Cuiabá, quinta-feira, 09/07/2020
20:29:31
informe o texto

Notícias / Geral

29/06/2020 às 20:10

Mato Grosso registra 15.328 casos e 590 óbitos por covid-19

Conforme a SES, a taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 90,4% e 22 cidades estão classificadas com risco "muito alto"

Eduarda Fernandes

Mato Grosso registra 15.328 casos e 590 óbitos por covid-19

Comércio fechado

Foto: CDL Cuiabá

Nesta segunda-feira (29), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) notificou, até o período da tarde, 15.328 casos confirmados da covid-19 em Mato Grosso. Somente nas últimas 24 horas, surgiram 682 novos pacientes, o que representa um aumento de 4,6% em relação ao dia anterior. A doença pandêmica também já causou 590 óbitos no Estado.

As 34 mortes mais recentes envolveram 11 residentes de Várzea Grande, 11 de Cuiabá, cinco de Barra do Garças, um de Sinop, um de Confresa, um de Vila Bela da Santíssima Trindade, um de Nova Mutum, um de Jangada, um General Carneiro e um Campo Novo do Parecis. Eles tinham idade entre 37 e 92 anos.

Cuiabá continua liderando os demais municípios mato-grossenses em casos confirmados. Desde o início da pandemia já foram registrados 3.740 pacientes, dos quais 2.890 estão em monitoramento, 680 se recuperaram e 170 morreram.

Em seguida aparece Várzea Grande, com 1.252 casos confirmados, sendo que destes 904 estão em monitoramento, 227 já se curaram e 121 vieram a óbito. Rondonópolis já registrou 1.195 casos confirmados da covid-19, sendo a terceira cidade de Mato Grosso com maior número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Desse total, 684 estão em monitoramento, 467 se recuperaram e 44 morreram.

Outros municípios com número expressivo de casos confirmados são Sorriso (654), Primavera do Leste (606), Tangará da Serra (571), Lucas do Rio Verde (498), Nova Mutum (423), Sinop (392), Campo Verde (332), Pontes e Lacerda (315), Confresa (311), Cáceres (263), Barra do Garças (208), Campo Novo do Parecis (200), Colíder (181), Querência (177), Sapezal (169), Alta Floresta (152) e Nossa Senhora do Livramento (150).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada neste link.

Conforme o boletim, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva está em 90,4% e das enfermarias em 42,1%. A SES esclarece que para o cálculo da taxa de ocupação, não foram contabilizados os leitos pediátricos que estão com 13,3% de ocupação. Ainda segundo o boletim da SES, a taxa de letalidade da doença no Estado está em 3,8%.

Dos 15.328 casos confirmados da covid-19 em Mato Grosso, 8.735 estão em isolamento domiciliar e 5.419 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a covid-19, há 217 internações em UTI e 274 em enfermaria.

O documento ainda aponta que um total de 18.438 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e que, atualmente, restam 1.216 amostras em análise laboratorial.

Classificação de risco
O boletim informativo divulgado pela SES nesta segunda traz novamente a lista dos municípios com classificação de risco “muito alto”, ou seja, aqueles que registram mais de 151 casos ativos e, portanto, devem adotar a quarentena obrigatória, assim como Cuiabá e Várzea Grande, para controlar a propagação do vírus. São eles: Cuiabá (2891), Várzea Grande (903), Rondonópolis (664), Sorriso (441), Primavera do Leste (343), Lucas do Rio Verde (339), Pontes e Lacerda (201, Cácares (191, Nova Mutum (189), Campo Verde (183), Tangará da Serra (163).

Também estão classificados com risco “muito alto”, porém têm entre 51 a 151 casos ativos, e não mais, as cidades de Sinop (117), Querência (103), Colider (99), Marcelândia (97), Vila Bela da Santíssima Trindade (84), Guarantã do Norte (74), Porto Esperidião (72), Nossa Senhora do Livramento (67), Campo Novo do Parecis (62), Sapezal (60), Poxoréu (59) e Juruena (56).

Ainda de acordo com informações contidas no boletim, os municípios que estão na classificação de risco “alto” para a disseminação do coronavírus são: Barra do Garças, Matupá, Pedra Petra, Peixoto de Azevedo, Jaciara, Campos de Júlio, Feliz Natal, Poconé, Água Boa, Claudia, Rosário Oeste, Diamantino, Mirassol D’Oeste, Juína, Santo Antônio do Leste, Pontal do Araguaia, Alto Garças, Juscimeira, Nobres, Juara, General Carneio, Acorizal, Gaúcha do Norte, Lambari D’Oeste, Comodoro, Nova Olímpia, São José dos Quatro Marcos, Arenápolis, Barra do Bugres, Terra Nova do Norte, Campinápolis, Rio Branco, Curvelândia, Nova Ubiratã, Ipiranga do Norte, Itiquira, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, São Felix do Araguaia, São José do Povo, Alto Paraguai, Barão de Melgaço, Itaúba, Santo Afonso, Tabaporã, Itanhangá, Paranaíta, Serra Nova, Alto Taquari, Figueirópolis D’Oeste, Nortelândia, Porto Estrela, União do Sul, Castanheira, Denise, Nova Monte Verde, Nova Nazaré, Jauru, Nova Xavantina e São José do Xingu.

Para essa classificação, são considerados a taxa de ocupação de leitos UTI para pacientes da covid-19 e o número de casos nos últimos sete dias, dividido pelo total de casos anterior aos sete dias.

Leitos de UTI da gestão estadual
Não há vagas de UTI para pacientes da covid-19 nos hospitais regionais de Sinop, de Sorriso e de Rondonópolis, e no Hospital São Luiz em Cáceres. No Hospital Metropolitano, em Várzea Grande 31 dos 40 leitos estão ocupados, restando nove vagas, gerando uma taxa de ocupação de 77,5%. O mesmo acontece no Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá, onde também 31 das 40 vagas estão preenchidas.

Ainda na Santa Casa de Cuiabá, oito dos 10 leitos de UTI pediátricos estão vagos.

Leitos de UTI da gestão municipal
No Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande, na Santa Casa de Rondonópolis e no Hospital Universitário Júlio Muller não há vagas de UTI para paciente com o novo coronavírus. No Pronto Socorro Municipal e no Hospital São Benedito, ambos em Cuiabá, apenas um leito de UTI disponível em cada.

Já no Hospital Municipal de Barra Garças, seis dos oito leitos de UTI estão ocupados e no Hospital Municipal de Juína, cinco dos seis leitos estão preenchidos.  

No Pronto Socorro Cuiabá não há mais leito de UTI pediátrica disponível.

Cenário nacional
Nesta segunda, o governo federal confirmou 1.368.195 casos da covid-19 no Brasil e 58.314 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 57.622 óbitos e 1.344.143 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet