Cuiabá, domingo, 09/08/2020
18:57:33
informe o texto

Notícias / Geral

01/07/2020 às 14:20

Isolamento pode evitar 35 mil contaminações e mil mortes em um mês

Estudos foram divulgados pelo médico sanitarista e deputado Lúdio Cabral, com base em dados oficiais

Camilla Zeni

Isolamento pode evitar 35 mil contaminações e mil mortes em um mês

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A adoção das medidas de isolamento social em Mato Grosso, de forma rígida e consciente por parte da população, pode evitar que 35 mil pessoas se contaminem com a covid-19 no mês de julho. Ainda, pode evitar que mais mil pessoas percam a vida em decorrência da doença.

O levantamento foi feito pelo deputado estadual e médico sanitarista, Lúdio Cabral (PT), e apresentado durante sessão extraordinária da Assembleia Legislativa (ALMT) nessa segunda-feira (29).

O deputado apresentou que Mato Grosso já se descolou da curva nacional quando se avalia o número total de casos confirmados da doença por milhão de habitantes. Segundo apontou, o Estado está com incidência 36% superior à média nacional.

Leia também - Em MT, uma pessoa morre com covid-19 a cada hora; casos cresceram 50% em uma semana

Conforme o levantamento, se fossem mantidos os números de casos que foram registrados na última semana, com um crescimento da pandemia de 4,9% ao dia, no dia 1º de agosto Mato Grosso estaria com 74.529 pessoas diagnosticadas com covid-19.

"O que eu quero chamar a atenção aqui é para a necessidade de rigor no isolamento social. É preciso colocar governador e prefeitos na mesma mesa, todas as instituições, porque é o rigor no isolamento social que nos permitirá evitar essa situação de tragédia que já estamos vivendo e será agravada nas próximas semanas", ponderou o deputado.

De acordo com a projeção, se o Estado conseguir reduzir o índice diário da doença, é possível poupar até 35 mil pessoas da infecção. 

"Evitar 35 mil casos novos de covid-19 daqui até 1º de agosto significa poupar mais de mil vidas. Serão mil mortos a menos se conseguirmos reduzir a taxa de crescimento diário da doença, e o que vai produzir isso é a ampliação do rigor do isolamento social. É a única defesa, cientificamente comprovada, para evitarmos doentes e mortes na próxima semana", completou Lúdio.

O documento aponta que, para evitar a contaminação de 35 mil pessoas no próximo mês, Mato Grosso precisaria diminuir em quase metade o índice de crescimento diário da doença, baixando-o para 2,9%. A projeção aponta ainda que, se a redução for para 3,9%, já são 20,7 mil vítimas da doença a menos.

O médico ainda observou que Mato Grosso já vive próximo do colapso do sistema de saúde, com mais de 90% das Unidades de Terapia Intensiva, e que o próximo passo deve ser a falta de profissionais de Saúde para atenderem a população. Uma das soluções, segundo avaliou, seria melhorar a rede básica.

Os dados apresentados levam em consideração as informações divulgadas pelo governo do Estado no dia 28 de junho.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet