Cuiabá, sexta-feira, 10/07/2020
14:24:10
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

30/06/2020 às 17:36

Trabalhadores poderão usar saldo do FGTS para fazer compras no débito

Para usar até R$ 1.045 de contas ativas ou inativas em compras, é necessário baixar o aplicativo Caixa Tem

Leiagora

Trabalhadores poderão usar saldo do FGTS para fazer compras no débito

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Ao invés de sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial de até R$ 1.045 por trabalhador, que poderá demorar cerca de um mês entre o dia de depósito e a liberação para saque, o trabalhador poderá utilizar o saldo para compras na função débito. Esta facilidade já estará disponível no dia do depósito, que começa nesta segunda-feira  (29) para os nascidos em janeiro. O uso é similar ao benefício do auxílio emergencial no aplicativo Caixa Tem.

Dessa forma, o beneficiário não tem que esperar semanas para usar o dinheiro e ainda evita enfrentar longas filas nos bancos para saque. De acordo com o sócio-diretor da empresa Rede Flex, Diego Faria, que possui maquininhas de recarga, o uso do recurso nesta função estará disponível desde o dia do depósito na conta.

“Quando os trabalhadores já estiverem com o benefício disponível, poderão procurar qualquer um dos pontos de venda com as máquinas da RedeFlex para fazer compras no débito. É o mesmo procedimento do auxílio emergencial”. A RedeFlex possui mais de 5 mil pontos em Mato Grosso habilitadas para aceitarem compras no débito do saque emergencial do FGTS.

A ferramenta está disponível nos pequenos estabelecimentos de bairro, como conveniências, farmácias e hortifrútis, e nas grandes redes de supermercados e atacadistas. A compra via débito do Fundo de Garantia é simples, através do aplicativo Caixa Tem o trabalhador gera um cartão virtual, com número, data de validade e código de verificação. Na ferramenta, é possível verificar o saldo, para saber se o benefício já foi disponibilizado.

“Nos locais habilitados, o beneficiário informa que vai pagar com o auxílio emergencial. O lojista seleciona a opção direto na maquininha, onde também informa valor da compra, CPF do cliente e código de verificação dinâmico, gerado na hora pelo aplicativo Caixa Tem. No primeiro uso, é necessário digitar também número do cartão virtual e data de validade. Aprovada a transação, o valor é debitado diretamente do saldo disponível”, explica Diego Faria.

A consulta do valor e da data do saque emergencial do FGTS foi liberada na última segunda-feira (15), pela Caixa Econômica Federal. Para saber se tem direito ao benefício, basta o trabalhador acessar o site fgts.caixa.gov.br ou ligar no Disque 111. Trabalhadores que possuem contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores) no FGTS tem direito ao benefício. O saque estará disponível até 30 de novembro deste ano.

 
Informações da assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet