Cuiabá, sexta-feira, 07/08/2020
05:56:11
informe o texto

Notícias / Política

02/07/2020 às 10:58

Deputados pedem explicação sobre cenário da covid-19 ao secretário de Saúde

Gilberto Figueiredo foi convocado para apresentar novos dados da doença nessa sexta-feira

Camilla Zeni

Deputados pedem explicação sobre cenário da covid-19 ao secretário de Saúde

Foto: JL Siqueira / ALMT

O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, deve voltar a apresentar o cenário da covid-19 no Estado para os deputados da Assembleia Legislativa. Um requerimento, proposto pelas lideranças partidárias, foi aprovado nessa terça-feira (30), em sessão extraordinária. 

De acordo com o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), a sessão na qual Gilberto deverá se apresentar foi marcada para o dia 3 de julho, sexta-feira, a partir das 9 horas. Contudo, ele não esclareceu se o gestor fará a apresentação por meio de videoconferência, uma vez que Gilberto foi diagnosticado com covid-19 na semana passada. 

Em sua última passagem na Assembleia, em maio, também após ser convocado, o secretário de Saúde apresentou os dados de isolamento social, avanços da pandemia e os impactos das medidas de prevenção ao vírus. Gilberto também observou que Mato Grosso enfrentava dificuldades para encontrar profissionais para trabalharem nos leitos hospitalares, e ponderou que um volume significativo de médicos e enfermeiros acabaram se afastando das atividades nesse período.

A nova convocação do secretário vem em um momento em que Mato Grosso apresenta colapso no sistema de saúde público, sendo que as Unidades de Terapia Intensiva já estão com a capacidade de ocupação em 90%. Além disso, Mato Grosso amarga tristes dados da covid-19, com a taxa de incidência de novos casos em 3,9% ao dia.

Os deputados destacaram que tentam entender os motivos pelos quais o governo do Estado ainda se recusa a construir hospitais de campanha para o funcionamento durante o período mais crítico da doença, que se aproxima. Um levantamento feito pelo deputado Lúdio Cabral, que é médico sanitarista, apontou que, nessa projeção, por exemplo, em 1º de agosto Mato Grosso pode ter mais de 74 mil pessoas infectadas com a doença.  

A Secretaria de Estado de Saúde ainda não informou se o secretário deverá cumprir com a convocação.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet