Cuiabá, quinta-feira, 13/08/2020
02:31:01
informe o texto

Notícias / Esporte

02/07/2020 às 13:31

Cuiabá terá 40 novos leitos e secretário faz alerta: não vai adiantar sem isolamento

Luiz Antônio Possas também cobrou que a população faça sua parte e pratique o isolamento social.

Eduarda Fernandes

Cuiabá terá 40 novos leitos e secretário faz alerta: não vai adiantar sem isolamento

Luiz Antônio Possas de Carvalho

Foto: Reprodução

O secretário municipal de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, garantiu que na próxima semana serão abertos 40 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Capital. Somados aos 105 já existentes, Cuiabá terá 145 leitos da UTI exclusivos para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Contudo, gestor também cobrou severamente que a população faça sua parte e pratique o isolamento social.

“Nós vamos colocar 40 novos leitos de UTI para funcionar na semana que vem, 40 novos leitos covid. Agora, não vai adiantar. Infelizmente, não vai adiantar, se a população não tiver consciência de que tem que ter o isolamento social e demais coisas que estão sendo repetidas, não vai resolver a gente montar 500, 600, 1 mil leitos de UTI. E vamos chegar nesse nível se continuarmos da forma que estamos indo”, declarou.

O anúncio foi feito em sessão extraordinária remota, convocada pela Câmara de Cuiabá, realizada na tarde desta quarta-feira (1). O objetivo é ouvir Luís Antônio, que fez a prestação de contas do primeiro quadrimestre de 2020 da secretaria municipal de Saúde.

Segundo o secretário, a aquisição das bombas de infusão necessárias ao funcionamento desses novos 40 leitos de UTI foi viabilizada pelo Ministério da Saúde. “Estamos habilitando e preparando, comprando as bombas de infusão, que devem chegar na segunda-feira para abrirmos na semana que vem 40 novos leitos de covid, além das 105 que já temos funcionando”, disse.

O secretário lembrou que hoje, as 105 UTIs existentes para pacientes da covid-19 estão 100% ocupadas. “Hoje temos uma fila de mais de 50 pessoas aguardando uma vaga na UTI. É um momento que deveríamos deixar as nossas diferenças de lado, ter a grandeza de somarmos para achar soluções para poder amenizar o sofrimento”, pediu.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet