Cuiabá, domingo, 09/08/2020
20:10:50
informe o texto

Notícias / Judiciário

03/07/2020 às 20:00

Planos de ampliação de leitos são entregues à justiça e MT deve ter 293 novas UTIs

Os planos foram juntados nessa quinta-feira (2) na ação em que Lindote determinou que os dois municípios adotassem a quarentena obrigatória.

Eduarda Fernandes

Planos de ampliação de leitos são entregues à justiça e MT deve ter 293 novas UTIs

Leito de UTI

Foto: Mayke Toscano

A Prefeitura de Cuiabá e o governo do Estado apresentaram ao juiz José Leite Lindote, da Vara Especializada da Saúde Pública de Mato Grosso, os planos de ampliação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o cronograma de execução.

Os planos foram juntados nessa quinta-feira (2) na ação em que Lindote determinou que os dois municípios adotassem a quarentena obrigatória, em decisão proferida no dia 22 do mês passado. Contudo, o prazo dado pelo juiz venceu na segunda (29).

A gestão estadual planeja entregar mais 20 leitos de enfermaria e 94 UTIs em todas as regiões de Mato Grosso até o final do mês de julho, além de custear outras 159 UTIs que os municípios se comprometeram a abrir. Na Baixada Cuiabana, a previsão é entregar mais 50 leitos nas próximas semanas, 20 na Santa Casa de Cuiabá e mais 30 no Metropolitano de Várzea Grande.

Os demais leitos de UTI serão construídos nos municípios de Água Boa (10), Alta Floresta (10), Alto Araguaia (10), Barra do Garças (5), Cáceres (10), Campo Verde (10), Confresa (10), Juína (4), Nova Mutum (20), Peixoto de Azevedo (10), Pontes e Lacerda (10), Primavera do Leste (10), Rondonópolis (30) e Sinop (19).

Sobre as 159 UTIs do interior, o governo informou que cabe aos municípios tomarem as providências e o governo do Estado irá pagar a conta junto com o governo federal. “São R$ 2 mil por leito, por dia. Temos esse planejamento em várias cidades, Confresa, Nova Mutum, Sinop, Tangará, e muitas outras”, disse o governador Mauro Mendes (DEM). O gestor pontuou que maior problema hoje é a dificuldade de contratação de pessoal.

Cronograma de Cuiabá
Em ofício enviado ao juiz, a Prefeitura de Cuiabá informou que a Capital já conta com 20 respiradores instalados no Hospital de Referência à covid-19 (antigo Pronto Socorro), mas, para funcionar, estes dependem de 60 bombas de infusão, que a prefeitura tenta há quase um mês adquirir, mas não encontra no mercado.

A prefeitura também comunica ter conseguido mais 20 respiradores (10 fixos e 10 móveis para ambulâncias), junto ao Ministério da Saúde. Além disso, também recebeu doação de 10 respiradores pelo Governo do Estado. “Todos os respiradores, para serem disponibilizados aos pacientes, precisam de outros aparelhos para funcionar, além de profissionais de saúde aptos a atuar como intensivistas”, diz trecho do ofício.

Outro problema reportado pela prefeitura ao magistrado é em relação ao desfalque de profissionais de saúde. Neste contexto, cita que mais de 1,5 mil servidores da Saúde estão afastados do trabalho por fazerem parte do grupo de risco.

“Desses trabalhadores, cerca de 600 atuam na linha de frente, ou seja, no contato direto com os pacientes (médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e técnicos de enfermagem). Esse déficit não inclui aqueles profissionais que precisaram se afastar das atividades pelo fato de terem se contaminado com o novo coronavírus”, pontua o ofício.

Atualmente, a rede municipal de Saúde de Cuiabá conta com 95 leitos de UTI, sendo 40 para adultos no Hospital de Referência (antigo PS), 40 para adultos no Hospital São Benedito, 10 infantis na Santa Casa e cinco infantis no Hospital Referência.

“Como medida preventiva, no sentido de evitar que os pacientes cheguem ao ponto de precisar de um leito de UTI, o Prefeito Emanuel Pinheiro determinou, através do Decreto nº 7.970/2020, a disponibilização do Kit COVID-19 para pacientes da rede básica de saúde, desde que prescrito pelo médico e com consentimento por escrito do paciente”, conclui o ofício.

Várzea Grande
O Município de Várzea Grande informou já ter apresentado o cronograma ao juiz, mas não o disponibilizou ao Leiagora. Pontuou que abriu 10 novos leitos este mês, que somados aos 20 já existentes serão usados na retaguarda. Funcionam no Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande e serão definitivos.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet