Cuiabá, quarta-feira, 12/08/2020
00:16:12
informe o texto

Notícias / Polícia

04/07/2020 às 10:19

PM prende 3 suspeitos de estelionato após perseguição no CPA 1

Eduarda Fernandes

PM prende 3 suspeitos de estelionato após perseguição no CPA 1

Foto: PMMT

Três homens suspeitos de praticar o crime estelionato foram presos pela Polícia Militar nesta sexta-feira (3), no bairro CPA 1, em Cuiabá. No boletim dessa ocorrência, a PM narra que um denunciante informou que havia um homem se identificando como funcionário do banco da Caixa Econômica Federal, pedindo dados pessoais e dos cartões das pessoas.

A polícia se dirigiu até o endereço e visualizou um rapaz com as mesmas características narradas pelo denunciante. Ao questioná-lo se era funcionando do banco, ele negou e disse que estava apenas esperando um Uber. A polícia suspeitou da atitude do rapaz, pois ele tapava algo em seu pescoço com a mão. “Quando indagamos o que seria esse objeto escondido ele tirou a mão e era um crachá do banco da caixa”, diz trecho do boletim.

No momento em que os policiais desceram da viatura o suspeito começou a correr e teve início uma perseguição. O suspeito correu até uma rua abaixo, onde estava estacionado um veículo HB20 de cor prata, placa QXB-3570, com outros dois ocupantes dentro. Ao embarcar no veículo, o trio empreendeu fuga e jogou o carro em direção ao policial que estava desembarcado da viatura.

Diante disso, o policial passou a perseguir o veículo com a viatura, enquanto dava ordem de parada através de sinais sonoros e luminosos, sem sucesso na detenção dos homens. “O acompanhamento durou um trecho de aproximadamente 3km passando por praças e locais de alto movimento de pessoas, trazendo risco de vida a terceiros”, segue o relato da ocorrência.

Foi irradiado o pedido de apoio para o cerco policial e, por conta do trânsito muito lento, os suspeitos não conseguiram dar continuidade na fuga. Os policiais deram ordem para que eles saíssem do veículo e se deitassem no chão, momento em que foi dado voz de prisão aos três. Todos foram encaminhados à Central de Flagrantes para demais providências cabíveis.

Segundo a PM, o modus operandi do estelionato era da seguinte forma: os suspeitos informavam as vítimas opor telefone que o cartão delas havia sido clonado e que algumas compras e saques haviam sido feitos, de modo que aa vítima teria que fazer uma carta escrita à mão com alguns dados pessoais e com a senha do cartão. Na ligação, eles informavam que um funcionário do banco iria até a residência da vítima para pegar essa carta e o cartão e então fazer o mapeamento do que foi gasto e dos saques.

No boletim, foram registradas as práticas de desobediência, estelionato, quadrilha ou bando, falsidade ideológica, direção perigosa de veículo em via pública e homicídio doloso tentado.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet