Cuiabá, segunda-feira, 03/08/2020
10:57:25
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

07/07/2020 às 16:48

Embarques de soja nos silos públicos dos Portos do Paraná batem recorde

O volume carregado foi 67,8% superior ao total embarcado durante o ano passado

Leiagora

Embarques de soja nos silos públicos dos Portos do Paraná batem recorde

Foto: Reuters/Paulo Whitaker/Direitos Reservados

Os silos públicos do Porto de Paranaguá (PR) movimentaram no primeiro semestre o maior volume dos últimos dez anos, ou quase 1,66 milhão de toneladas entre soja e farelo de soja, segundo nota da empresa pública Portos do Paraná. O volume é 67,8% superior à quantidade embarcada em todo o ano de 2019, de 988,4 mil toneladas.

Em junho, passaram pelos silos públicos de Paranaguá 1,262 milhão de toneladas de soja e 396,7 mil toneladas de farelo de soja, crescimento de 96,3% e 14,9%, respectivamente, em comparação ao registrado em junho de 2019.

O Porto de Paranaguá conta com dois silos públicos, um vertical, dedicado à soja em grão e com capacidade para até 100 mil toneladas, e quatro horizontais, que podem armazenar 60 mil toneladas de farelo de soja, de acordo com a nota. A estrutura é administrada pela Portos do Paraná e integra o complexo do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá.

Os silos são utilizados por empresas que não têm terminais próprios no porto paranaense. Hoje, os operadores dos silos públicos são a Céu Azul, Grano Logística, Gransol, Marcon, Sulmare, Tibagi e Transgolf, que trabalham com diversos exportadores menores, conforme o comunicado.

"Diferentes fatores impulsionaram as exportações de grãos, mas é preciso destacar o alinhamento com os operadores que utilizam os terminais públicos. A boa gestão do sistema logístico é que garante agilidade no fluxo de recebimento da carga e de carregamentos dos navios", disse na nota o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. O resultado nos silos públicos também refletiu a maior comercialização de soja no primeiro semestre por produtores e exportadores, de acordo com a empresa pública.

A descarga otimizada e programada pelo modal ferroviário, junto à operadora Rumo, assim como a implantação da liberação automática de caminhões do pátio triagem foram outros fatores que contribuíram para o incremento dos volumes embarcados, segundo a Portos do Paraná.
Estadão Conteúdo

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet