Cuiabá, terça-feira, 11/08/2020
11:34:02
informe o texto

Notícias / Judiciário

07/07/2020 às 17:44

MPE pede quarentena obrigatória por mais 14 dias em Cuiabá e VG

No pedido, o promotor de Justiça Alexandre Guedes alerta que o mesmo que o índice de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estava na faixa dos 93% ontem (6), de acordo com a SES.

Eduarda Fernandes

MPE pede quarentena obrigatória por mais 14 dias em Cuiabá e VG

Foto: Giuseppe Feltrin / Leiagora

O Ministério Público Estadual pediu ao Poder Judiciário que mantenha os efeitos da decisão que determinou a quarentena coletiva obrigatória e garante o funcionamento apenas dos serviços essenciais em Cuiabá e Várzea Grande por, pelo menos, mais 14 dias. O requerimento foi protocolado nesta terça-feira (7) pela 7ª Promotoria de Justiça Cível do Núcleo de Defesa da Cidadania de Cuiabá.

No pedido, o promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes destaca que, conforme o Boletim Informativo nº 120 da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado ontem (6), os municípios da área metropolitana da Capital ainda estão em situação de risco considerada “muito alta”, de acordo com os termos do decreto estadual Nº 522/2020.

Leia também: Emanuel apresenta segundo recurso no STF para derrubar 'lockdown'

O promotor de Justiça alerta, ainda, que o mesmo documento demonstra que o índice de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estava na faixa dos 93%. Além disso, chama a atenção para a fila de pessoas à espera desse tipo de atendimento sem qualquer acesso à vaga, “ainda que por ordens judiciais, em virtude do exaurimento do sistema, não se podendo recorrer a leitos privados, igualmente esgotados”.

A decisão que obrigou os municípios de Cuiabá e Várzea Grande, classificados como de Nível de Risco Muito Alto de disseminação da covid-19, a manterem pelo prazo de 15 dias apenas serviços essenciais em funcionamento, conforme determina o Decreto 522/2020 do Governo do Estado, foi proferida no dia 22 de junho. O prazo começou a contar a partir do dia 25 de junho.
Com informações do MPMT

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet