Cuiabá, sexta-feira, 07/08/2020
17:19:23
informe o texto

Notícias / Polícia

09/07/2020 às 11:12

Polícia Civil investiga morte de venezuelana de 2 anos que morreu após ingerir querosene

Ela foi socorrida pelos pais, sendo levada até a policlínica do Planalto, onde morreu a esperar de vaga em UTI

Luzia Araújo

Polícia Civil investiga morte de venezuelana de 2 anos que morreu após ingerir querosene

Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga a morte de uma criança venezuelana, de 2 anos, que morreu na última terça-feira (07) na Policlínica do bairro Planalto, em Cuiabá, após ingerir querosene. 

Segundo informações da Polícia Civil, era por volta das 16 horas, quando uma equipe da Delegcia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada para atendimento de uma ocorrência de na unidade de saúde. 

No local, os policiais civis foram informados de que a criança havia ingerido querosene na sua casa, que fica no Residencial Itamaraty e foi socorrida pelos pais, sendo levada até a policlínica, onde deu entrada às 14h38. 

Conforme uma profissional de saúde da policlínica, a unidade chegou pedir a internação da criança em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não havia vaga. A criança não resistiu e morreu às 16h08.

De acordo com informações dos pais, a família é da Venezuela e se mudou há pouco tempo para o Brasil. Eles informaram ainda que estavam em casa, quando a criança foi na cozinha e alcançou um vidro do produto e ingeriu.

O corpo foi encaminhado para realização de necropsia no Instituto Médico Legal (IML) da capital. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet