Cuiabá, terça-feira, 11/08/2020
23:39:18
informe o texto

Notícias / Política

10/07/2020 às 12:15

Pinheiro não vai comentar resultado de CPI e afirma que Legislativo é independente

O emedebista alega que não cabe a ele interferir nos trabalhos do Legislativo, uma vez que trata-se de um poder independente.

Kamila Arruda

Pinheiro não vai comentar resultado de CPI e afirma que Legislativo é independente

Foto: Assessoria

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) preferiu não comentar o desfecho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada no Parlamento Municipal em seu desfavor. O emedebista alega que não cabe a ele interferir nos trabalhos do Legislativo, uma vez que trata-se de um poder independente.

O emedebista está sendo investigado por suposto recebimento de propina, à época que respondia como deputado estadual, e ainda obstrução de justiça. Os trabalhos da Comissão foram finalizados na manhã desta sexta-feira (10), após quase três anos. O relator do processo, vereador Toninho de Souza (PSDB), foi voto vencido e acabou com relatório arquivado.

No entendimento do parlamentar tucano, não cabe a Casa de Leis investigar os fatos, uma vez que eles foram cometidos antes de o emedebista ter sido eleito prefeito da Capital. 

O seu posicionamento, entretanto, não agradou ao vereador Sargento Joelson (SD), membro da CPI, que apresentou um parecer paralelo sugerindo o afastamento de Pinheiro da Prefeitura por 120 dias e ainda a abertura de uma Comissão Processante para apurar crimes políticos-administrativos cometidos pelo chefe do Executivo Municipal.

O vereador Marcelo Bussiki (DEM), presidente da Comissão, acompanhou na integra o voto de Joelson, e ainda sugeriu a inclusão do crime de improbidade administrativa no relatório. Para o democrata, Pinheiro assinou a culpa ao não apresentar defesa no âmbito da CPI. “Quem cala consente”, disse.

Diante disso, será formulado um decreto legislativo com o desfecho dos trabalhos da CPI, o qual será encaminhado à presidência do Parlamento Municipal, que deverá remeter ao crivo do plenário.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet