Cuiabá, terça-feira, 11/08/2020
11:56:26
informe o texto

Notícias / Judiciário

14/07/2020 às 16:48

Influencer é indiciada por atropelamento de criança e omissão de socorro

Acidente aconteceu em agosto de 2019, quando Lidiane teria furado uma preferencial e acertado uma família que levava um menino de 3 anos na motocicleta

Camilla Zeni

A digital influencer Lidiane Campos, esposa do ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRB), foi indiciada pelo atropelamento do pequeno Daniel Augusto da Silva, de 3 anos. Agora, cabe ao Ministério Público analisar o caso para decidir sobre a denúncia à Justiça.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações conduzidas pela delegada Ludmilla Vandramel, de Rondonópolis (212 km de Cuiabá), foram concluídas há cerca de 15 dias. No relatório, a delegada apontou que não foi possível comprovar se Lidiane tinha ou não ingerido bebidas alcóolicas antes de assumir a direção no dia do acidente.

Leia também: ‘Teve início de linchamento. Fatalidade não é vontade nossa’, disse Sachetti ao defender esposa que matou criança

Ainda segundo o inquérito, a influenciadora cometeu omissão de socorro ao deixar o local do acidente. Lidiane foi indiciada por homicídio culposo, isto é, quando não há intenção de matar, majorado pela omissão de socorro cometida.

O documento foi entregue ao promotor de Justiça Fábio Latorraca, de acordo com o Ministério Público do Estado. Contudo, em razão de Lidiane estar em liberdade, o caso ainda depende de análise, uma vez que a prioridade judicial é de réus presos. 

Ao analisar as informações levadas pela Polícia Civil, o Ministério Público ainda poderá pedir novas diligências ou oferecer a denúncia contra Lidiane à Justiça. não há prazo para a conclusão das apurações.

O caso
Daniel Augusto estava na garupa de uma motocicleta com o pai e a madrasta quando, na noite do dia 11 de agosto de 2019, ao passarem em um cruzamento, foram atingidos por Lidiane. Eles foram arremessados da moto e a criança não resistiu aos ferimentos.

Lidiane dirigia uma caminhonete e teria invadido uma preferencial naquela noite, vindo a parar o carro apenas metros depois do acidente. Segundo alegou na época, ela estava com medo de sofrer agressão dos populares. 

Conforme o advogado Wilson Lopes informou na ocasião, a influenciadora foi levada para casa por uma testemunha do acidente, que percebeu que ela teria ficado desnorteada com a situação. Depois, um advogado foi até o local.

A Polícia Civil não informou se Lidiane estava em alta velocidade.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet