Cuiabá, sábado, 19/09/2020
00:57:49
informe o texto

Notícias / Política

27/07/2020 às 10:47

Guedes abre licitação para acabar com pombos e morcegos no ministério

Licitação foi aberta em 22 de julho, em meio à pandemia de coronavírus e à necessidade de corte de gastos, e prevê desembolso de R$ 204 mil

Metropoles

Guedes abre licitação para acabar com pombos e morcegos no ministério

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Ministério da Economia abriu uma licitação no dia 22 de julho, em meio à pandemia de coronavírus, para contratar serviços de dedetização. O chefe da pasta, ministro Paulo Guedes, estima gastar cerca de R$ 204 mil para expulsar pragas, morcegos e pombos do edifício da pasta.

Segundo a licitação, o valor total será destinado à empresa especializada na prestação de serviços de controle integrado de pragas e vetores urbanos para que realize quatro aplicações no prédio.

O objeto do pregão é a “desinsetização, desratização, descupinização e desalojamento de pombos e morcegos nas áreas internas e externas dos edifícios do Ministério da Economia no Distrito Federal”, diz trecho do documento. Somando todos os serviços, o valor total ficou estipulado em R$ 204.659,59.

O Ministério da Economia informou que “verificou-se um aumento no número de pombos e morcegos nas áreas externas dos prédios, o que tem gerado desconforto de servidores e colaboradores do ministério”.

Será gasto, por m², para o desalojamento de morcegos e pombos, o valor de R$ 2.286,65 por aplicação. Já para a descupinização, serão investidos, também por m², R$ 11.003,74. E, para a desinsetização e desratização, o valor é ainda maior: R$ 191.369,20.

De acordo com o edital da licitação, o processo visa “promover ações de caráter preventivo no âmbito do Ministério da Economia para manter as instalações em condições salubres, protegendo os ambientes internos e externos de pragas e animais peçonhentos que infestam ambientes urbanos podendo causar agravos à saúde ou prejuízos econômicos”.

O prazo de vigência do contrato é de 12 meses, no qual a empresa terá que comparecer ao prédio apenas quatro vezes para realizar os serviços de dedetização.

Em nota, o Ministério da Economia disse que o valor previsto no edital é um valor de referência, que foi obtido pela pesquisa de preço. “É importante considerar que o pregão ainda está em curso e que não se trata apenas de desalojamento de pombos e morcegos, mas também do controle integrado de pragas e vetores urbanos”, diz a pasta.


 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet