Cuiabá, quinta-feira, 13/08/2020
01:51:13
informe o texto

Notícias / Judiciário

29/07/2020 às 17:20

Influencer vira ré por atropelamento e morte de criança de 3 anos

Lidiane Campos é acusada de homicídio culposo e omissão de socorro; no dia do acidente, o menino voltava com a família de uma comemoração de dia dos pais

Camilla Zeni

Influencer vira ré por atropelamento e morte de criança de 3 anos

Foto: Reprodução

A juíza Aline Luciane Ribeiro Viana Quinto Bissoni, da 2ª Vara Criminal de Rondonópolis (212 km de Cuiabá), recebeu a denúncia do Ministério Público contra a digital influencer Lidiane da Costa Campos, esposa do ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRTB).

Lidiane é acusada de de ter atropelado e matado o pequeno Daniel Augusto da Silva, de 3 anos, no dia 11 de agosto de 2019. A criança estava na garupa de uma motocicleta com o pai e a madrasta quando foram atingidos por Lidiane. 

Segundo a Polícia Civil, a influencer teria passado em um cruzamento, furando uma preferencial. Com o impacto da batida, a família foi arremessada da moto e a criança não resistiu aos ferimentos. Ele morreu no hospital do município.

A denúncia contra Lidiane foi proposta pelo Ministério Público no dia 21 de julho, quase um ano depois do acidente. No documento, o promotor Fábio Latorraca pediu a condenação da motorista por homicípio culposo no trânsito (quando não há a intenção de matar), majorado pela omissão de socorro e agravado por colocar duas pessoas em risco de dano potencial.

Lidiane dirigia uma caminhonete, após o acidente, teria continuado o caminho, parando o carro apenas metros depois do local. O carro dela foi encontrado atrás de um supermercado, abandonado. Segundo alegou na época, ela estava com medo de sofrer agressão dos populares e, por isso, deixou o local.

O advogado da influencer no dia da tragédia, Wilson Lopes, informou que ela foi levada para casa por uma testemunha, que teria percebido que Lidiane ficou desnorteada após a situação. À Polícia Civil, ela confirmou o caso e afirmou que teria procurado a família da vítima em várias ocasiões, para prestar auxílio.

O pai do menino, Marcos Souza da Costa, de 30 anos, contou que ele e sua família voltavam de uma tarde de comemorações pelo Dia dos Pais quando foram atingidos pela caminhonete. 

A Polícia Civil disse que não foi possível comprovar se Lidiane estava ou não sob efeitos de bebidas alcóolicas no momento do acidente.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet