Cuiabá, quinta-feira, 13/08/2020
07:38:18
informe o texto

Notícias / Judiciário

31/07/2020 às 16:07

MPF investiga paralisação de obra de posto de saúde em VG que recebeu recursos federais

Obra fazia parte de um pacote de 15 unidades básicas de saúde que seriam entregues mas, por recomendação da União, foram canceladas após irregularidades em pagamentos

Camilla Zeni

MPF investiga paralisação de obra de posto de saúde em VG que recebeu recursos federais

Foto: Assessoria

A procuradora da República Ariella Barbosa Lima, do Ministério Público Federal, abriu um procedimento para acompanhar as obras paradas de um posto de saúde em Várzea Grande que recebeu repasse milionário para a construção.

De acordo com a portaria do inquérito, assinada em 28 de julho, trata-se do posto de saúde no Residencial São Mateus, localizado na rua 14 do bairro.

A obra no Bairro São Mateus faz parte de um conjunto de 15 unidades básicas de saúde cujas construções foram contratualizadas com auxílio do governo Federal ainda na gestão que antecedeu a prefeita atual, Lucimar Campos (que comanda a cidade desde 2015).

A prefeitura afirma que, por recomendação da Controladoria Geral da União e dos Tribunais de Contas do Estado e da União, as obras foram paralisadas em 2015. Naquela época foram constatadas irregularidades entre as obras executadas e o valor pago.

Novas licitações foram feitas para a retomada de oito postos de saúde depois. Em relação à esse novo certame, a prefeitura informou ao Leiagora que já foram entregues as unidades dos Bairros Ouro Verde/São Simão, Santa Isabel e Aurilia Sales Curvo. Outras cinco ainda estão em andamento e três delas devem ser entregues em até 60 dias.

Não há informações de quando as obras no São Mateus serão retomadas e entregues. A prefeitura também informou ao Leiagora que, em razão do cancelamento de quase metade das obras, foram devolvidos quase R$ 5 milhões ao Ministério da Saúde.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet