Cuiabá, sábado, 24/10/2020
19:29:26
informe o texto

Notícias / Judiciário

13/08/2020 às 10:03

Entendimento pró-contribuinte marca série de julgamentos sobre ITR no Carf

Os casos em questão versavam sobre a exclusão de áreas de reserva permanente da base de cálculo do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural

Conjur

Entendimento pró-contribuinte marca série de julgamentos sobre ITR no Carf

Foto: Reprodução

O fim do voto de qualidade em julgamentos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, previsto por artigo da Lei 13.988/20, definiu ao menos seis julgamentos no último dia 30 de julho em favor do contribuinte.

O novo artigo determina que, "em caso de empate no julgamento do processo administrativo de determinação e exigência do crédito tributário, não se aplica o voto de qualidade", de modo que a controvérsia administrativa deve ser resolvida contra o Fisco.

Os casos em questão versavam sobre a exclusão de áreas de reserva permanente da base de cálculo do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR).

Os casos foram julgados pela 2ª Turma da Câmara Superior e, com a aplicação do novo dispositivo, os conselheiros negaram recursos especiais da Fazenda Nacional e definiram que o  contribuinte pessoa física não tem a obrigação de ter o Ato Declaratório Ambiental (ADA) para a exclusão da área de preservação permanente da base de cálculo do ITR.

O entendimento pró-contribuinte foi instituído pela Lei 13.988/2020, sancionada em abril. Para tributaristas, o fim do voto de qualidade pró fisco é positivo e evidencia respeito ao artigo 112 do Código Tributário Nacional.

O artigo diz que "a lei tributária que define infrações, ou lhe comina penalidades, interpreta-se da maneira mais favorável ao acusado, em caso de dúvida" quanto à capitulação legal do fato; natureza ou às circunstâncias materiais do fato, ou à natureza ou extensão dos seus efeitos; autoria, imputabilidade, ou punibilidade; ou à natureza da penalidade aplicável, ou à sua graduação.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet