Cuiabá, sexta-feira, 30/10/2020
12:57:45
informe o texto

Notícias / Judiciário

05/09/2020 às 12:41

Donos de empresas beneficiadas em esquema na Educação seriam parentes de ex-secretário

O vínculo entre os sócios e o ex-secretário foi descoberto, pois o veículo Land Rover Velar, de propriedade de Alex, era utilizado por um dos donos da empresa

Eduarda Fernandes

Donos de empresas beneficiadas em esquema na Educação seriam parentes de ex-secretário

Foto: Assessoria

As empresas envolvidas no suposto esquema de desvio de recursos na Secretaria de Educação de Cuiabá seriam de propriedades de parentes do ex-gestor Alex Vieira. 

A investigação apontou que as construtoras, B.O. Conceição e AB3 Construtora, possuem os mesmos sócios proprietários, Benedito Odário Conceição e Silva e Renan Rodrigo da Silva. Os dois são pai e filho, sendo que Renan é sobrinho de Alex. O vínculo entre os sócios e o ex-secretário foi descoberto, pois o veículo Land Rover Velar, de propriedade de Alex, era utilizado por Benedito.

Esta semana foi deflagrada a segunda fase da Operação Overlap que apura o desvio dos recursos da SME e teve como alvo o procurador do Município, Marcus Brito, que acabou afastado do cargo. Ele, inclusive, seria sócio de Alex em um escritório de advocacia. 

Os trabalhos investigativos revelaram a existência de um suposto vínculo entre Alex Passos e Marcus Brito com a B.O. Conceição, contratada com o município de Cuiabá durante a gestão de ambos como secretários, assim com a AB3 Construtora, contratada ainda na gestão de Rafael Cotrim, também ex-secretário de Educação. Os três seriam, possivelmente, integrantes da suposta organização criminosa.

Nesse sentido, as autoridades investigadoras lembram que a AB3 Construtora foi contratada na gestão de Rafael Cotrim, com a assinatura do contrato em junho de 2017. “Assim, apontam que Rafael de Oliveira Cotrim Dias é investigado como sendo beneficiário de transferências bancárias que somam a quantia de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais), tendo como origem pessoas jurídicas vinculadas a Alex Vieira Passos”.

Consta dos autos, ainda, que o domínio de internet utilizado pelo site do escritório Zambrim, Brito & Vieira Passos Advogados Associados, onde Alex e Marcus são sócios, é www.ab3advogados.com.br, “muito semelhante ao domínio utilizado pelo sito da AB3 CONSTRUTORA, qual seja, www.ab3imobiliáriaconstrutora.com.br”. Além disso, identificaram Alex como proprietário do domínio de internet da construtora.

Outro lado

O Leiagora ligou para Marcus Brito e para a Ceteps, mas as chamadas não foram atendidas ou encaminhadas para a caixa de mensagem. A reportagem contatou também a AB3 Construtora e foi informada pela atendente que não havia ninguém autorizado a falar no momento. Não localizamos o contato de Rafael Cotrim.

Por mensagem, Alex pediu que entrássemos em contato com seu advogado. Enviamos mensagem e aguardamos retorno.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet