Cuiabá, terça-feira, 20/10/2020
07:58:32
informe o texto

Notícias / Judiciário

08/09/2020 às 18:21

Prefeito e vereador de Lucas são multados em R$ 20 mil por propaganda eleitoral antecipada

Em suas defesas, os representados sustentaram que não houve propaganda eleitoral antecipada.

Eduarda Fernandes

Prefeito e vereador de Lucas são multados em R$ 20 mil por propaganda eleitoral antecipada

Vereador e prefeito

Foto: Reprodução

O juiz eleitoral Cristiano dos Santos Fialho condenou o prefeito de Lucas do Rio Verde, Flori Luiz Binotti (PSD), e o vereador Marcos Manoel Barbosa (PTB), por propaganda extemporânea. O magistrado acolheu a representação proposta pelo PSL e determinou que ambos paguem, de forma solidária (conjunta), multa no valor de R$ 20 mil. A decisão foi proferida nessa segunda-feira (7).

Na representação, o PSL alegou que na data de três de agosto deste ano, prefeito e vereador promoveram a realização de propaganda eleitoral antecipada/irregular, mediante transmissão de live no perfil do Facebook da prefeitura do município. Diante disso, pediram que o juiz determinasse a exclusão da mídia postada e a abstenção de novas publicações.

Leia também - Taques é multado em R$ 50 mil por transformar Caravana em ação eleitoreira

Em suas defesas, os representados sustentaram que não houve propaganda eleitoral antecipada. Defenderam a inexistência de candidatura ou pré-candidatura e a ausência de vedação legal para publicidade das obras, programas e serviços realizados pela atual gestão. Acrescentaram que não há prova de pedido de voto ou menção de futura candidatura e que os atos descritos na inicial não configuram promoção pessoal.

O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela condenação dos representados ao pagamento de multa.

Ao analisar a live, o juiz eleitoral entendeu tratar-se de propaganda eleitoral, “ao mesmo tempo, a sua veiculação utiliza forma proscrita (proibida) durante o período oficial de propaganda, visto que veiculada na internet, em sítio oficial da Administração Pública direta do Município de Lucas do Rio Verde”.

Isso, pois o apresentador da live “direciona-se aos internautas/espectadores/eleitores, exaltando não só as qualidades pessoais do Prefeito Flori Luiz Binotti, mas também a concretização de várias obras pela atual gestão, como se fosse um ‘presente’, uma ‘dádiva’ para a população luverdense”.

A transmissão também contou com a presença de um pastor, que também exaltou as qualidades pessoais do gestor. Já o vereador, “em determinado momento da ‘live’, faz uso do microfone e começa um discurso, dizendo-se parte da atual gestão, como se fosse um ‘timaço’, e que a cidade está com várias obras em andamento, das quais tem ou teve participação, em claro intuito promocional”.

Para o juiz, embora não tenha ocorrido pedido explícito de votos, a live transmite mensagem com conteúdo de promoção pessoal dos representados, caracterizando verdadeira propaganda eleitoral antecipada/irregular.

Outro lado
O Leiagora ligou para o advogado que representa a defesa do prefeito e do vereador, mas as chamadas foram encaminhadas para a caixa de mensagem.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet