Cuiabá, quarta-feira, 23/09/2020
21:01:48
informe o texto

Notícias / Política

16/09/2020 às 14:01

Bussiki afirma que está preparado para eleição e não poupa críticas ao atual prefeito

Bussiki não poupa críticas ao atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e cita a CPI do Paletó e a Operação Overlap, que culminou no afastamento de três secretários municipais.

Kamila Arruda

Bussiki afirma que está preparado para eleição e não poupa críticas ao atual prefeito

Foto: Helder Douglas / Playagora

O vereador Marcelo Bussiki (DEM), confirmado a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo apresentador Roberto França (Patriota), já deu o tom da campanha durante ato do Democratas realizado na noite dessa terça-feira (15). O parlamentar cita as suas ações como vereador de oposição e afirma que irá lutar para “tirar Cuiabá das mãos do paletó”.

Bussiki não poupou críticas ao atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e relembrou as operações que resultaram no afastamento de três secretários da prefeitura sob a suspeita de corrupção. Vale ressaltar que o vereador foi, inclusive, o presidente da CPI do Paletó. 

“Sabemos que podemos contribuir muito com a cidade, assim como contribuímos na Câmara Municipal. Cuiabá precisa do quesito honestidade, que hoje o prefeito de Cuiabá não tem. O cidadão cuiabano está envergonhado com o prefeito que tem. É hora da gente mudar essa cidade que está sendo muito mal administrada”, disse o democrata fazendo referência, principalmente ao vídeo em que Pinheiro aparece recebendo maços de dinheiro das mãos de Silvio Cesar Correa, ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa.

O vereador afirma que encerrou um ciclo no Parlamento Municipal e garante que irá entrar de cabeça na campanha. “Acabou um ciclo na Câmara Municipal, passamos por lá, criamos a CPI do Paletó, pois assim como eu, a população não aceitava uma pessoa manchada de corrupção administrando mais de R$ 3 bilhões", comentou. 

Bussiki ainda lembrou de sua atuação na Câmara e reforçou que "Cuiabá precisa do quesito honestidade que hoje o prefeito de Cuiabá não tem”.

Após análise do cenário político da Capital o Democratas (DEM) optou por indicar Bussiki como vice de França, ao invés de investir na campanha do suplente de senador Fabio Garcia (DEM) a Prefeitura de Cuiabá.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet