Cuiabá, quarta-feira, 23/09/2020
21:42:00
informe o texto

Notícias / Política

16/09/2020 às 14:49

Mauro espera auxílio do governo federal para combate ao fogo no Pantanal

Governador recebe visita de ministros e afirma que Estado já arcou sozinho com custos do combate ao incêndio até agora

Camilla Zeni

Mauro espera auxílio do governo federal para combate ao fogo no Pantanal

Foto: Michel Alvim/Secom

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), aposta na visita dos ministros de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, para obter auxílio financeiro do governo federal para o combate ao fogo no Pantanal.

O período de estiagem, com mais de 100 dias sem chuva, e a ação humana contribuíram para que o Pantanal mato-grossense ardesse em chamas por mais de dois meses, atingindo mais de dois milhões de hectares. No Parque Estadual Encontro das Águas, localizado em Poconé (100 km de Cuiabá), mais de 85% da vegetação foi varrida pelo incêndio, segundo o Instituto Centro de Vida (ICV).

Nesta quarta-feira (16), Mauro recebeu a visita de Rogério Marinho, para uma reunião na qual vão tratar sobre as queimadas. O encontro acontece dois dias depois que Mato Grosso decretou estado de emergência.

Segundo o governador, o governo de Mato Grosso estaria fazendo o que está a seu alcance para minimizar os incêndios que acometem o estado. Em entrevista à CNN, na manhã de hoje, Mauro citou que dobrou a infraestrutura, alugou aeronaves e determinou a compra de mais equipamentos para o Corpo de Bombeiros. 

“Precisamos de todo tipo de ajuda. O governo do Estado de Mato Grosso já investiu mais de 20 milhões de reais em equipamentos, em compra de retardante. Estamos investindo mais do que isso agora, com o aluguel de aeronaves para fazer o combate nas áreas de mais difícil acesso, e a contratação de profissionais para apoiar como brigadistas. Tenho certeza que com essa vinda, ele vai dar um apoio pelo governo federal,vai dar alguma ajuda que será importante”, comentou Mauro.

O mesmo ministro, que visitou o Pantanal sul mato-grossense, liberou R$ 3,8 milhões para o combate às chamas no estado vizinho. Por lá, 37 ações serão implementadas para tentar minimizar os estragos. 

Uma quantia de R$ 870 mil também já teria sido enviada ao município de Poconé para auxiliar no combate ao incêndio. Atualmente a cidade é uma das mais afetadas pelas chamas. 

O senador por Mato Grosso Wellington Fagundes (PL) apresentou um requerimento para criação de uma comissão para fiscalizar ações contra as queimadas. Ele organizou uma comitiva, que deve visitar o município de Poconé neste fim de semana.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet