Cuiabá, sexta-feira, 30/10/2020
14:43:30
informe o texto

Notícias / Polícia

19/09/2020 às 09:51

PM faz reunião de análise criminal com comandantes de Cuiabá, VG e unidades especializadas

Na avaliação do coronel Rodrigues, os indicadores criminais apontam que as ações de prevenção e repressão à criminalidade, não só da PM, mas do conjunto de órgãos do Sistema de Segurança Pública, vem alcançando o principal objetivo, que é a redução d

Leiagora

PM faz reunião de análise criminal com comandantes de Cuiabá, VG e unidades especializadas

Foto: Sd Luiz Souza/PMMT

Em reunião no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, comandantes regionais de Cuiabá e Várzea Grande, das unidades especializadas e da Diretoria da Agência Central de Inteligência fizeram análises de índices criminais e da produtividade e definiram ações estratégicas de prevenção e reforço na repressão à violência.

Coordenado pelo subchefe de Estado Maior e diretor Operacional da PM, coronel Wankley Rodrigues, o encontro ocorreu nesta sexta-feira (18.09) e se estendeu por quase três horas, com a participação dos coronéis Esnaldo Moreira (1º Comando Regional), José Nildo Oliveira (2ºCR), Carlos Eduardo Pinheiro (Comando Especializado), Fábio Andrade (Diretoria de Inteligência) e outros oficiais.

As análises feitas incluem a produtividade, que são as apreensões (droga, armas de fogo, veículos), prisões, entre outros dados. De acordo com levantamento da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatísticas (Spoe), de 1º de janeiro e 13 de setembro deste ano a Polícia Militar apreendeu 3,1 toneladas de drogas, 1.570 armas de fogo, fez 1.450 prisões por mandados em aberto e 9.060 prisões em flagrante delito.

O subchefe de Estado Maior e coordenador Operacional, coronel Rodrigues, explica que reuniões como essa são habituais e visam o fortalecimento das ações de segurança e a definição de novas estratégias gerais e pontuais.  

Na avaliação do coronel Rodrigues, os indicadores criminais apontam que as ações de prevenção e repressão à criminalidade, não só da PM, mas do conjunto de órgãos do Sistema de Segurança Pública, vem alcançando o principal objetivo, que é a redução da violência. Um exemplo é a queda de 38% no índice de roubos, conforme apontou a estatística do primeiro semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2019.

Todavia, Rodrigues lembra que é contínua a necessidade de analisar, definir estratégias e reforçar o trabalho. Ele lembra que desde agosto está em curso nos 141 municípios a Operação Ostensividade Total. E que, no caso de Cuiabá, foi lançada nesta quinta-feira (17.09), a ‘Carga Máxima’, operação da Força Tática direcionada aos locais e horários com maior incidência de roubos, tráfico e homicídios.

 
Assessoria PMMT

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet