Cuiabá, sábado, 05/12/2020
19:34:58
informe o texto

Notícias / Política

29/10/2020 às 14:14

Bolsonaro diz que “talvez reedite” decreto que permite privatização de UBS

Presidente afirmou que críticas da esquerda e da imprensa tentavam transformá-lo em monstro

Metropoles

Bolsonaro diz que “talvez reedite” decreto que permite privatização de UBS

Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Opresidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse a apoiadores que pode reeditar o decreto que permite a privatização das Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Bolsonaro conversou por mais de uma hora com os simpatizantes, nos jardins do Palácio da Alvorada, na noite dessa quarta-feira (28), e afirmou que, quando houver entendimento do que o governo “quer fazer de verdade”, pode reeditar o texto.

“As UBS e UPAs são mais de 4 mil que estão inacabadas. E não tem dinheiro. Em vez de deixar deteriorar, gostaríamos de oferecer à iniciativa privada. Qualquer atendimento ali feito pela iniciativa privada seria ressarcido pela União. O pessoal falou que era privatizar, eu revoguei o decreto. Enquanto isso, vamos ter mais de 4 mil unidades abandonadas, jogadas no lixo sem atender uma pessoa sequer”, reforçou.

Segundo Bolsonaro, críticas da esquerda e imprensa querem transformá-lo em “monstro”. Ele culpou governos anteriores por ter “arrebentado” com o Brasil e disse que, antes, a saúde “era só corrupção”.

“Resolvemos muita coisa, agora quer de uma hora para outra… sabe o que vai acontecer com o Brasil mais cedo ou mais tarde? Vai voltar para as mãos de quem nos botou no buraco. Pode ter certeza, continuem agindo dessa maneira e vamos voltar para o buraco”, criticou.

O governo publicou nesta semana o Decreto nº 10.530/20, que abre caminho para a privatização de unidades básicas de saúde, partes fundamentais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com a forte repercussão negativa, a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que a medida seria cancelada.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet