Cuiabá, sexta-feira, 23/07/2021
14:38:51
informe o texto

Notícias / Judiciário

09/11/2020 às 08:21

Taques pode usar tempo de Leitão para desmentir fake news sobre inelegibilidade

Direito de resposta foi concedido depois que Nilson veiculou inserções afirmando que Taques estaria fora da disputa pelo Senado

Leiagora

Taques pode usar tempo de Leitão para desmentir fake news sobre inelegibilidade

Foto: José Medeiros/Assessoria

O candidato ao Senado Pedro Taques (Solidariedade) poderá usar o horário destinado ao seu concorrente Nilson Leitão (PSDB), no rádio, como direito de resposta.

O juiz auxiliar da propaganda eleitoral, Ciro José de Andrade de Arapiraca atendeu ao pedido de Taques nesse domingo (8), e determinou a retirada de inserção que afirmava que os eleitores do candidato do Solidariedade perderiam o voto, uma vez que Taques seria inelegível.

Na decisão, o juiz reconheceu que Pedro Taques está na disputa e lembrou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afastou qualquer inelegibilidade do ex-governador. Diante disso, Taques terá direito a 5 minutos e 30 segundos, ou seja, 11 inserções a mais em cada emissora de rádio que exibiu a peça mentirosa. 

Também houve a determinação de multa de R$ 5 mil por cada veiculação da inserção de rádio depois de proferida a decisão. 

Inelegibilidade revertida

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afastou qualquer tipo de inelegibilidade de Pedro Taques nesse domingo (8), quando, em análise a um recurso protocolado pelo candidato, confirmou que o ex-governador é ficha limpa. 

O TSE frisou que a inelegibilidade por conduta vedada apenas seria possível caso o candidato tivesse distribuido bens à população, o que não aconteceu, uma vez que a condenação que pesa contra Taques é referente a realização da Caravana da Transformação em 2018.

Assim, Taques não poderia sofrer pena pela ação e não teria que ter tido o nome adicionado em qualquer tipo de lista. 

Nilson mentiroso

Em live neste domingo (8), o Taques chamou Nilson Leitão de mentiroso. “Isso é típico daquelas pessoas que fazem as coisas no escondidinho, na calada da noite, na maracutaia, faz coisa errada. Esse não é o meu tipo de fazer política”, comentou o candidato. 
  
O solidário também questionou o que uma pessoa que tem coragem de mentir para o cidadão poderia fazer no Senado da República.

“Quero dizer pra você, Nilson Leitão, você colocou no seu programa de rádio ontem e hoje que eu sou ficha suja e que meus votos seriam perdidos. Você é um mentiroso. A Justiça Eleitoral disse que você mente e meu deu o direito de fazer minha defesa em seu programa eleitoral. Se você mente para o cidadão, você não é um político que presta. Se você mente para o cidadão você não tem a capacidade de orgulhar o povo de Mato Grosso”, disse. 

 
Da assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet