Cuiabá, quinta-feira, 26/11/2020
19:25:38
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

19/11/2020 às 08:06

Pelo 6º mês consecutivo a inadimplência reduz em MT

O setor com participação mais expressiva do número de dívidas em outubro no estado foi Bancos, com 32,00% do total delas, seguido do comércio com 31,54%.

Leiagora

Pelo 6º mês consecutivo a inadimplência reduz em MT

Foto: Reprodução

O número de inadimplentes em Mato Grosso reduziu em (-1,94%) na variação mensal de setembro para outubro. Na região Centro‐Oeste, na mesma base de comparação, a variação foi de (‐2,13%) e no Brasil chegou a (-1,31%). No comparativo com o mesmo período do ano passado, o número apresentou um pequeno crescimento de 0,18%.

O dado ficou acima da média da região Centro‐Oeste (‐1,76%) e acima da média nacional (‐3,47%). Os dados são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL)

De acordo com o levantamento ainda, a abertura por faixa etária do devedor mostra que o número com participação mais expressiva em outubro foi o da faixa de 30 a 39 anos (26,47%).

Em relação à evolução de dívidas em atraso, na passagem de setembro para outubro, o número de dívidas caiu (‐2,05%). Na região Centro‐Oeste, nessa mesma base de comparação, a variação foi de (‐2,16%) e no Brasil o índice foi de (-1,54%). No comparativo com o mesmo período do ano passado, o número apresentou um pequeno crescimento de 0,27%. O dado ficou acima da média da região Centro‐Oeste (‐3,07%) e acima da média nacional (‐5,96%).

O setor com participação mais expressiva do número de dívidas em outubro no estado foi Bancos, com 32,00% do total delas, seguido do comércio com 31,54%.

Já o número de dívidas por devedores, em outubro de 2020, cada consumidor inadimplente tinha em média 1,917 dívidas em atraso. O número ficou acima da média da região Centro‐Oeste (1,865 dívidas por pessoa inadimplente) e acima da média nacional registrada no mês (1,799 dívidas para cada pessoa inadimplente).

Conforme a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), o número de inadimplentes em Mato Grosso fechou em 1,143 milhão em outubro, sendo que desde a retomada do comércio, os números têm apresentado uma redução. Em abril, por exemplo, havia 1,243 milhão de inadimplentes, em maio: 1,239 milhão, em junho: 1,203 milhão, em julho: 1,192 milhão, em agosto: 1,170 milhão e em setembro 1,166 milhão.  

De acordo com o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, de abril até outubro, conseguiu-se reduzir (-8,05%), isso significa menos 100 mil inadimplentes no estado de Mato Grosso. “É importante observarmos como está sendo positiva a retomada da nossa economia, o quanto é importante manter os setores produtivos ativos, o número da inadimplência está reduzindo mês a mês, chegando ao mesmo patamar do ano passado, com apenas 2.061 inadimplentes a mais. Importante relatar que 2019 foi o melhor nível positivo de inadimplência alcançado nos últimos cinco anos.

Sabemos que os números ainda estão elevados para o estado e que é preciso melhorar muito mais, porém olhando todo o cenário econômico e social vivenciado em 2020, nós conseguimos evoluir bem e estamos com perspectivas que iniciaremos 2021 melhor do que iniciamos 2020”, avaliou.

 
Assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet