Cuiabá, quarta-feira, 20/01/2021
12:35:21
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

22/11/2020 às 14:30

Maioria dos cuiabanos pretendem comprar na Black Friday, revela pesquisa

Sobre o local preferido para fazer essas compras nos dias da black Friday, 70,6% preferem ir na loja física

Leiagora

Maioria dos cuiabanos pretendem comprar na Black Friday, revela pesquisa

Foto: Reprodução

Estamos nos aproximando da Black Friday deste ano, que vai acontecer no dia 27 de novembro, última sexta-feira do mês, como já é tradição. Para 2020 a grande promoção levanta diversas expectativas para o comércio, especialmente para um ano em que o setor foi afetado duramente pela pandemia do coronavírus.

Com a intenção de buscar algumas informações de como o consumidor irá se comportar em relação às promoções da black Friday deste ano, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá) realizou uma pesquisa através do seu núcleo de inteligência de mercado e constatou que 54% estão pretendendo realizar gastos na black Friday, já 08% ainda não sabem, sendo ainda que 60,6% não pretendem antecipar as compras de natal e 30,9% pretendem adiantar a aquisição dos presentes, já 8,5% ainda não sabem.

Sobre o local preferido para fazer essas compras nos dias da black Friday, 70,6% preferem ir na loja física, 15,7% preferem comprar direto no site das marcas, 5,9% devem comprar pelos aplicativos das lojas, 5,9% preferem sites de comparação de preço e 2,0% através das redes sociais .

Em relação aos produtos mais desejados para a compra na black Friday, roupas e calçados  estão na preferência do consumidor cuiabano com 41,8%, seguido de eletrodomésticos  com 20,5%, celulares, smartphones e produtos de informática com  9,0%, móveis em geral  com 6,6%, TVs e aparelhos som e afins com 6,6%, entre outros.

Entre os que irão comprar neste período de promoção a maioria pretende gastar mais de 3 mil reais (9,7%), de 2 a 3 mil  (7,5%), de 1 a 2 mil (16,1%), de 800 a 1 mil (10,8%), de 600 a 800 reais (1,1%), de 400 a 600 (24,7%), de 200 a 400 reais (12,9%), até 200 reais (12,9%), sendo que 44,3% ainda não definiram um valor para os gastos.

De acordo com o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja, a estimativa de aumento nas vendas deste ano é de aproximadamente 6% para as lojas físicas e de 19% para o mercado eletrônico quando comparado com 2019. “As expectativas são muito boas, lembrando que trata-se da décima primeira edição da Black Friday no Brasil, no início era totalmente on-line, mas hoje já consolidada no calendário do brasileiro, tornou-se uma das principais datas de vendas do varejo, inclusive com a adesão em massa de lojas físicas.

A pesquisa demonstra que muitos cuiabanos estão deixando para comprar produtos com ticket mais elevado neste período de promoções, com destaque para eletrodomésticos, smartphone, eletrônicos e produtos de informática, porém roupas e calçados assim como ocorre na maioria de outros períodos promocionais, continuam tendo o melhor índice de vendas”, disse.

SOBRE A PESQUISA

A pesquisa foi realizada entre os dias 03 e 13 de novembro, sendo entrevistadas 150 pessoas nos principais pontos comerciais da capital. A idade dos entrevistados é em média de 34 anos, sendo que 37,3% foram do sexo masculino e 62,7% do sexo feminino.

A escolaridade dos entrevistados eram de 8,1% do ensino fundamental, 54,1% ensino médio, 31,8% com ensino superior e 6,1% com pós-graduação.

 
Assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet