Cuiabá, segunda-feira, 25/01/2021
13:04:34
informe o texto

Notícias / Política

24/11/2020 às 17:00

Abílio acusa Emanuel de pagar membros da igreja para gravarem depoimento contra ele

O parlamentar afirma que a equipe do emedebista, que disputa a reeleição, tem oferecido de R$ 5 a R$ 10 mil para os fies.

Kamila Arruda

Abílio acusa Emanuel de pagar membros da igreja para gravarem depoimento contra ele

Foto: Rádio Capital

O vereador Abílio Junior (Podemos), postulante ao comando do Palácio Alencastro no pleito deste ano, acusa o seu adversário, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), de estar comprando membros da igreja para prestar depoimentos contra a sua pessoa durante este segundo turno das eleições na Capital.

O parlamentar afirma que a equipe do emedebista, que disputa a reeleição, tem oferecido de R$ 5 a R$ 10 mil para fies gravarem declarações que difamem a sua imagem perante a população.

“Tem irmãos da nossa igreja que estão recebendo mensagens da equipe do Emanuel perguntando se não quer gravar um testemunho, alguma coisa contra o Abílio. Eles estão pagando pra gravar contra o Abílio, estão procurando pessoas para gravar contra o Abílio e chegaram em parentes meus”, revelou o candidato a prefeito de Cuiabá durante uma entrevista concedida a Rádio Capital na manhã desta terça-feira (24).

De acordo com Abílio, é por conta disso que têm surgido diversos “fakenews” contra a sua pessoa nos últimos dias. “A forma como eles estão fazendo, às vezes pega um ou outro que esta desesperado, passando por dificuldades, que pega R$ 5 mil, R$ 10 mil e vai lá e grava”, completou.

Para Abílio, estão atacando a sua fé por não conseguirem associá-lo a corrupção. “Primeiro eles tentaram de toda forma achar alguma coisa para me taxar de corrupto e não foi possível. Como não acham nada nesse sentido, porque não têm, eles partiram para outro lado, partiram pra ofensa aminha fé”, disse, pontuando que está se sentindo ofendido e desrespeitado.

“Falaram tantas coisas, chamaram o grande templo até de motel. Foi desrespeitoso demais, o nível baixou demais, eu nunca fiz isso. Emanuel é da igreja católica e você nunca vai me ver falado da igreja católica, de maneira nenhuma. Não vou ofender a igreja, eu respeito todas as religiões. Aí quando ele chega e parte para esse nível é porque não consegue imputar outra coisa, eu senti, senti o desrespeito”, concluiu. 

O vereador afirma que está levantando todas as informações e garante que irá processar todos que estejam agindo neste sentido. “Nós vamos processar ele, vão responder na justiça depois das eleições, vai pagar por todo dano moral que causou, mas o processo eleitoral acaba domingo e o processo judicial demora mais tempo”, enfatizou.

Outro lado

A reportagem solicitou um retorno para a assessoria de Emanuel sobre as acusações feitas pelo adversário, mas até o momento, não houve retorno.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet