Cuiabá, sábado, 16/01/2021
05:22:22
informe o texto

Notícias / Judiciário

27/12/2020 às 15:19

Justiça bloqueia R$ 640 mil de assassino de juíza para garantir sustento das filhas

Por ter cidadania italiana, assassino da juíza Viviane Vieira teve os bens bloqueados para assegurar que o montante não seja tirado do país

Leiagora

Justiça bloqueia R$ 640 mil de assassino de juíza para garantir sustento das filhas

Foto: Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, neste sábado (26), o bloqueio dos bens de Paulo José Arronenzi, ex-marido e assassino da juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi. A pedido das filhas, R$ 640 mil foram bloqueados, porque Paulo tem cidadania italiana e, segundo a justiça, poderia facilmente tirar o montante do país.

A solicitação de arresto – que é aplicada a bens do devedor e visa a garantia de uma futura execução judicial – foi feita em nome da avó materna, pelas filhas do ex-casal. A concessão foi feita pelo juiz João Guilherme Chaves Rosas Filho durante o Plantão Judiciário. O processo está sob segredo de Justiça.

Os R$ 640 mil ficarão disponíveis para uma futura indenização por danos morais e para garantir o sustento das três filhas do casal – que presenciaram, na véspera de Natal (24), o feminicídio da mãe, Viviane Vieira do Amaral Arronenzi.

 
Do Metrópoles

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet