Cuiabá, domingo, 17/01/2021
06:20:05
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

08/01/2021 às 11:17

Mais de 1 mil funcionários do ensino privado são demitidos e 26 escolas fecham em Cuiabá

Sindicato dos Estabelecimentos das Escolas Privadas apresentou uma proposta de retomada das aulas e o assunto será debatido nesta sexta

Da Redação - Alline Marques / Reportagem Local - Luzia Araújo

Mais de 1 mil funcionários do ensino privado são demitidos e 26 escolas fecham em Cuiabá

Foto: Luiz Alves

O setor privado de ensino foi um dos mais afetados pela pandemia e acumula a demissão de mais de 1 mil funcionários e o fechamento de 26 instituições de ensino. Diante da crise gerada em decorrência da suspensão das aulas, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) abriu o diálogo com o Sindicato dos Estabelecimentos das Escolas Privadas para adequar novas medidas para 2021.

A entidade levou uma proposta para o prefeito na manhã desta sexta-feira (8), quando ocorre uma reunião com a Secretaria Municipal de Educação e com o Comitê de Enfrentamento à Covid.

“Nenhum setor foi tão penalizado quanto a das escolas privadas. Foram mais de 1 mil desempregados e o fechamento de 26 instituições de ensino, mas o retorno exige uma adequação e diálogo, bom senso e equilíbrio. Além disso, vivemos a ameaça de uma segunda onda, precisamos discutir para articular um planejamento das aulas com segurança para os alunos, trabalhadores da educação e professores”, afirmou.  

De acordo com Emanuel, o sindicato apresentou uma proposta semelhante à da prefeitura de retomada gradativas das aulas, com medidas de distanciamento e a possibilidade de um rodízio das turmas. Ele informou que as sugestões serão analisadas e deve ser anunciadas uma solução ainda nesta sexta.

A Prefeitura de Cuiabá chegou a liberar, ainda em 2020, as escolas privadas retomar as atividades para berçários e educação infantil. Agora, a ideia é ampliar esta retomada e ainda como realizar a volta às aulas nas escolas municipais.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet