Cuiabá, quinta-feira, 21/01/2021
11:21:57
informe o texto

Notícias / Geral

13/01/2021 às 11:00

Governador diz que não vai aceitar pressão e ameaça de sindicato

Sindicato ameaça nova paralisação caso o governo insista com retorno de aulas presenciais a partir de 8 de fevereiro

Camila Zeni

Governador diz que não vai aceitar pressão e ameaça de sindicato

Foto: Junior Silgueiro/Seduc-MT

O governador Mauro Mendes respondeu em entrevista na Rádio CBN que não aceita ser pressionado pelo sindicato que representa os profissionais da educação, o Sintep, que já avisou que está disposto a conclamar os profissionais para uma ‘greve sanitária’, caso a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) opte por aulas presenciais a partir de 8 de fevereiro.
“Na base da pressão não vai e não vão ganhar nada com isso! Basta dialogar, ter sensibilidade de buscar a melhor forma em conjunto. Não precisa de ameaça para tratar com o governo. Em 2019, eles fizeram 76 dias de greve e não ganharam nada com isso”, destacou o governador.
Em razão do avanço da contaminação pelo coronavírus, o governo que havia antes optado pelo ensino híbrido com aulas presenciais e online em dias alternados, voltou atrás e resolveu ouvir pais, professores e a Assembleia Legislativa.
“As aulas já estavam programadas para o dia 08 de fevereiro antes dessa segunda onda. Fizemos uma reunião com o secretário Alan Porto (Educação) e Glberto (Saúde) e resolvemos ouvir a população se querem aula presencial, hibrida (50% dos alunos em sala de aula, com revezamento) ou totalmente de forma remota (100% dos alunos em casa com estudo on-line e off-line”.
Os pais podem responder a enquete no site da Seduc www.seduc.mt.gov.br e a votação será finalizada na quinta-feira (14).
O secretário de redes sociais do Sintep, Henrique Lopes, destaca que a possibilidade de paralisação já foi levantada. Caso haja aula presencial, uma Assembleia Geral será convocada.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet