Cuiabá, sexta-feira, 22/01/2021
21:06:11
informe o texto

Notícias / Política

14/01/2021 às 12:10

Vacinação contra a Covid-19 em Cuiabá pode começar dia 20 de janeiro

Cerca de 150 mil pessoas devem ser vacinadas nesta primeira etapa da campanha de vacinação

Kamila Arruda

Vacinação contra a Covid-19 em Cuiabá pode começar dia 20 de janeiro

Foto: Luiz Alves/Secom-Cuiabá

Os cuiabanos poderão começar a ser vacinados contra o coronavírus (Covid-19) já na próxima semana. O anúncio foi feito pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que participou de uma reunião entre prefeitos de capitais e o ministro da Saúde Eduardo Pazuello na manhã desta quinta-feira (14).

“Nessa reunião o ministro nos adiantou que, a princípio, depende da liberação emergencial ou definitiva da Anvisa, nós vamos nos preparar para a campanha de vacinação na quarta-feira, dia 20 de janeiro, para grupos determinados”, pontuou o emedebista.

De acordo com ele, os primeiros a serem vacinados na Capital serão idosos com mais de 60 anos, e os profissionais da saúde. O Ministério da Saúde também solicitou que fosse integrado nessa primeira remessa os profissionais da Educação.

De acordo com o chefe do Executivo Municipal, cerca de 150 mil pessoas devem ser vacinadas nesta primeira etapa da campanha de vacinação contra o cornavírus.

“Se não mudar esses grupos já definidos para a primeira fase, Cuiabá estaria falando de universo de 125 a 150 mil pessoas que iriam receber as duas doses da vacina, até por uma questão de logística. Serão mais ou menos 400 mil doses”, disse.

A expectativa, segundo ele, é que no próximo mês sejam liberados mais doses para dar continuidade a campanha de vacinação e tender os demais grupos.
“Está sendo liberado nessa primeira fase para o Brasil 8 milhões de vacinas, sendo 6 milhões do Butantan e 2 milhões da Fiocruz, e com uma projeção de uma aumento significativo de 30 milhões para fevereiro, 40 milhões de doses para março e abril, para daí por diante para toda população ser imunizada”, completou.

Pinheiro afirma que optou por aderir à campanha nacional de vacinação por segurança. “O que Cuiabá mais quer, o que a prefeitura mais quer é vacinar a população, imunizar a população. Entretanto, com toda responsabilidade e segurança que apenas, oficialmente, a Anvisa e o Ministério da Saúde pode nos dar, assegurar. E esse e o caminho escolhido com responsabilidade pela prefeitura de Cuiabá”, finalizou.

 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet