Cuiabá, sexta-feira, 26/02/2021
03:25:35
informe o texto

Notícias / Variedades

17/01/2021 às 11:49

Ex-namorado da princesa Diana faz revelações bombásticas em entrevista

O cirurgião cardíaco Hasnat Khan abordou detalhes de sua percepção sobre o jornalista que fez uma entrevista polêmica com a princesa em 1995

Por Rafaela Amaral e Cláudia Meireles, do Metrópoles

Ex-namorado da princesa Diana faz revelações bombásticas em entrevista

Foto: Getty Images / Reprodução Instagram

A polêmica entrevista que Lady Di deu a Martin Bashir, na BBC, em 1995, voltou a ser um tópico muito comentado na última semana. Isso ocorreu porque o cirurgião cardíaco Hasnat Khan, namorado da princesa entre 1995 e 1997, conversou com o jornal Daily Mail sobre seu ponto de vista da história.

De acordo com o médico, o entrevistador a explorou e manipulou, sabendo de suas vulnerabilidades. “Tinha algo nele que eu não gostava e eu pedi que ela tomasse cuidado”, disse ao veículo. “Era muito persuasivo. E tinha o fato de ele ser da BBC, profissional ser respeitado, piedoso. Mas ele encheu a cabeça dela de besteiras”, explicou.

Até os dias atuais, a BBC vem sendo investigada, após o jornalista ter sido acusado de forjar documentos para ter a certeza de que Diana não cancelaria a tão esperada entrevista, dada pouco tempo antes de sua morte. Na conversa com Bashir, a falecida princesa abordou os boatos de traição em seu casamento com o príncipe Charles e se abriu sobre a problemática relação com a bulimia – doença que, inclusive, ganhou destaque na série The Crown, da Netflix.

William, primogênito do casal, já anunciou que a investigação é um importante passo na busca pela verdade por trás do que a levou a realizar entrevista – e as consequências dela. A matéria que continha o depoimento da princesa causou muito alvoroço na época, o que, para muitos, foi crucial para o divórcio de Charles e Diana.

O encontro de Hasnat Khan com Martin Bashir

Hasnat Khan estava trabalhando no Hospital Harefield, em Middlesex, universidade em Londres, Inglaterra, quando Diana enviou uma mensagem a ele dizendo que queria apresentá-lo a uma pessoa especial. Eles, então, marcaram um encontro com Bashir em um bar.

De acordo com o então namorado de Lady Di, havia algo perturbador no repórter de televisão. Com o desenrolar da conversa, ele o considerou ofensivo. “Quase desde o início, Martin começou a me fazer perguntas pessoais mais diretas sobre Diana e nosso relacionamento. Por que não nos casamos, quando íamos nos casar? Aquele tipo de coisa. Era uma coisa íntima”, falou Hasnat Khan ao Daily Mail.

O cirurgião ficou extremamente desconfortável com as atitudes do jornalista. Levantou, disse que precisava voltar ao trabalho e foi embora. Quando Diana o telefonou mais tarde, ele afirmou que não gostava nem confiava em Bashir, e que ela não devia ter mais nada com ele.

História sem fim

Nas últimas semanas, o médico revelou ter sido contatado por Bashir, por meio de um intermediário, à procura de um favor. Isso ocorreu justamente depois que o Daily Mail noticiou o escândalo de como Bashir enganou a princesa Diana para que ela desse o depoimento para a BBC em 1995. Segundo os relatórios do Daily Mail, a corporação pediu ao juiz aposentado da Suprema Corte, Lord Dyson, para iniciar uma investigação detalhada sobre as alegações do irmão da princesa, Earl Spencer, de que Bashir usou falsificação e fraude para obter seu furo.

Em novembro de 2020, o veículo informou como ele havia apresentado a Lord Spencer extratos bancários falsos, supostamente para mostrar que um ex-funcionário estava vendendo segredos sobre sua família para tabloides.

Amor de Diana

De todos os casos de Diana, Hasnat Khan se destaca pela discrição. De acordo com o Daily Mail, ele “evitou os holofotes, ignorou as especulações, às vezes grotescas, sobre a morte dela e, crucialmente, rejeitou as recompensas financeiras que poderia facilmente ter obtido escrevendo sobre o caso de amor deles”.

Ainda segundo o jornal, nos 23 anos desde a morte da princesa em Paris, nada mudou. “Ele permanece a mesma figura gentil e despretensiosa pela qual Diana se apaixonou, dedicado ao seu trabalho aqui na Grã-Bretanha, que agora ele considera como seu lar, e a unidade cardíaca que construiu meticulosamente perto de suas raízes familiares em Jhelum, Paquistão, onde passa parte de cada ano tratando os pobres locais gratuitamente.”

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet