Cuiabá, terça-feira, 02/03/2021
07:03:52
informe o texto

Notícias / Política

26/01/2021 às 17:00

Mendes espera reduzir casos de covid para desativar Centro de Triagem e sediar Brasileirão

O democrata ainda não sabe ao certo para onde o atendimento a pacientes com suspeita de covid-19 será transferido.

Da Redação - Kamila Arruda / Da Reportagem Local - Maria Clara Cabral

Mendes espera reduzir casos de covid para desativar Centro de Triagem e sediar Brasileirão

Foto: Tchélo Figueiredo - SECOM/MT

Com o Cuiabá Esporte Clube na primeira divisão do Campeonato Brasileiro, a Arena Pantanal finalmente deixará de ser um elefante branco e será palco de grandes partidas de futebol a partir de maio deste ano. Para tanto, o governador Mauro Mendes (DEM) analisa a transferência do Centro de Triagem da Covid-19 para outro lugar.

O democrata ainda não sabe ao certo para onde o atendimento a pacientes com suspeita de covid-19 será transferido. Mendes espera que o número de casos caia até maio, quando se inicia o campeonato, para que o Centro de Triagem possa ser desativado.

“Com a classificação do Cuiabá, nossa Arena que tem como principal função é ser palco de futebol, cada vez mais vamos buscar sua multifuncionalidade, mas o campeonato começa em maio, vamos torcer para que até lá nós possamos desativar esse serviço [o Centro de Triagem], em face ao declínio da pandemia. Se isso não for possível, vamos ter que analisar a compatibilidade de manter esse serviço neste local ou se teremos que transferir, sem comprometer o objetivo principal, que é a realização de jogos”, explicou o governador.

O chefe do Executivo Estadual afirma que buscou outras funcionalidades para Arena Pantanal, com receio de que ela, realmente, se transformasse em um “elefante branco”, tendo em vista que o futebol em Mato Grosso não tinha despontado.

“Desde que o Campeonato Brasileiro teve essa dimensão, nós nunca imaginamos que teríamos um time na série A. Quando a decisão de sediar a Copa foi tomada e a construção desse estádio foi visto como um futuro elefante branco. E de fato ele era um elefante branco. Por isso procuramos dar outras utilizações, para justificar a aplicação de um volume muito significativo”, disse.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet