Cuiabá, sexta-feira, 05/03/2021
18:16:30
informe o texto

Notícias / Judiciário

19/02/2021 às 15:31

STJ revoga afastamento de conselheiros Teis, Novelli, Antônio e Sérgio do TCE

A prorrogação do afastamento por mais 180 dias determinada em agosto passado encerraria nesta sexta

Eduarda Fernandes e Camilla Zeni

STJ revoga afastamento de conselheiros Teis, Novelli, Antônio e Sérgio do TCE

Foto: Reprodução

O ministro Raul Araújo, do Superior Tribunal de Justiça, revogou a medida cautelar de afastamento dos conselheiros Tribunal de Contas do Estado (TCE), Waldir Teis, José Carlos Novelli, Antônio Joaquim e Sérgio Ricardo.  A decisão foi proferida nessa quinta-feira (18).

Após pedido de revogação do afastamento, formulado Novelli, o Ministério Público Federal (MPF) afirmou que “não peticionará solicitando a renovação do afastamento da função pública dos conselheiros do TCE-MT, determinada em 19.08.2020, conforme acórdão de fls. 4883-4884”.

O afastamento foi determinado inicialmente pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), quando a investigação ainda tramitava na Suprema Corte. As defesas dos conselheiros afastados recorreram, mas os recursos não chegaram a ser apreciados pelo Supremo, em razão de o ministro relator ter declinado da competência para o STJ.

No STJ, os afastamentos foram prorrogados por mais 180 dias, em decisão proferida em 19 de agosto do ano passado. Já no dia 25 daquele mesmo mês, o STF acolheu um habeas corpus e revogou o afastamento de Valter Albano da Silva, determinando seu retorno à função.

“Diante desse quadro, vencimento do prazo de prorrogação do afastamento somado à manifestação do Ministério Público Federal em favor do encerramento da medida, mostra-se descabido cogitar-se de nova prorrogação”, disse o ministro Raul na decisão dessa quinta.

“Se o dominus litis reconhece que ‘diante do lapso temporal das medidas impostas aos conselheiros do TCE-MT investigados no Inquérito 1194/MT, as medidas cautelares já não se mostram mais necessárias’, não há por que o órgão julgador, de ofício, mantê-las”, acrescentou.

A prorrogação do afastamento por mais 180 dias determinada em agosto passado encerraria nesta sexta (19). “Em vista disso, REVOGO a medida cautelar de afastamento da função decretada e prorrogada nestes autos, ainda em vigor, a qual deixa de vigorar a partir de amanhã, dia 19 de fevereiro de 2021, em relação aos Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso investigados no âmbito do Inq 1.194/DF”, encerra a decisão proferida ontem.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet