Cuiabá, sexta-feira, 16/04/2021
23:12:41
informe o texto

Notícias / Geral

25/02/2021 às 10:15

Prefeitura bloqueia 38 leitos de UTI Covid por falta de medicamentos e médicos

Supervisão constatou a indisponibilidade de leitos adultos e pediátricos por falta de medicamentos e profissionais. Unidade hospitalar municipal é referência para o tratamento da Covid-19 em MT

Alline Marques

Prefeitura bloqueia 38 leitos de UTI Covid por falta de medicamentos e médicos

Foto: Assessoria

A Prefeitura de Cuiabá bloqueou 38 leitos de Unidade de Terapia Intensiva para tratamento da covid-19 no antigo pronto-socorro. Conforme o relatório da supervisão, o bloqueio se dá por falta de medicamentos e falta de médico cirurgião pediátrico.

Com isto, a taxa de ocupação chegou nessa quarta-feira (24) a 81,44%, enquanto no dia anterior era de 72,85%. O fato fez com que a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificasse a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público Estadual e Federal.  

O antigo pronto-socorro é o hospital referência para o tratamento da covid-19. A unidade conta com 95 leitos de UTI pactuados, mas apenas 57 vagas estão disponíveis para a regulação – sendo que 56 já estão ocupadas nesta quarta-feira (24).

O fato leva ao descumprimento do Plano de Contingência Municipal e Estadual e do Termo de Compromisso Emergencial, firmado junto ao Tribunal de Contas. Dos 38 leitos indisponíveis, 23 estão na ala adulto e 15 na ala pediátrica. 

De acordo com a SES-MT, os leitos de enfermaria do antigo pronto-socorro registram 26% de ocupação, enquanto as enfermarias dos Hospitais Metropolitano e Santa Casa, também da Baixada Cuiabana, registram 81% e 58% respectivamente.

O que diz a prefeitura 

Em relação ao bloqueio de leitos de UTI no Hospital Referência à Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que:

- Está em processo de contratação do cirurgião pediátrico. Infelizmente, o profissional contraiu covid-19 e, desde o dia 20, está internado. O segundo médico que presta serviço na UTI pediátrica não tem condições de atender no plantão do colega por também trabalhar em outra unidade. 

- No último dia 23, houve uma falta momentânea de medicamento, problema que foi resolvido na quinta-feira (24), quando chegaram novos produtos.

- A SMS realiza o bloqueio temporário de leitos diariamente, devido à necessidade de manutenção de equipamentos. Nesta quinta-feira (25), a unidade está com sete dos 80 leitos de UTI Adulto em adequação. 

- A SMS informa que em nenhum momento deixou de prestar assistência médica aos pacientes que necessitaram de internação na unidade.

- Por fim, a secretária Ozenira Félix destaca que, mesmo diante de dificuldades no financiamento junto aos governos estadual e federal, a Secretaria Municipal de Saúde não tem medido esforços para manter todos os leitos disponíveis e assegurar à população cuiabana o atendimento adequado.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet