Cuiabá, sábado, 17/04/2021
22:10:15
informe o texto

Notícias / Política

26/02/2021 às 13:08

​Isenção para servidores aposentados com doenças raras será ainda na folha de março

A garantia foi dada pelo presidente da ALMT, Max Russi, que informou ainda que o impacto financeiro será de R$ 5 milhões anual

Da Redação - Alline Marques / Reportagem Local - Camilla Zeni

​Isenção para servidores aposentados com doenças raras será ainda na folha de março

Foto: JL Siqueira / ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi (PSB), garantiu que a isenção da alíquota da previdência para os servidores aposentados e pensionistas portadores de doença rara será ainda na folha de março. Ao todo, 658 servidores serão beneficiados com a proposta que deve ser votada logo após o retorno do lockdown decretado no Parlamento Estadual.

O socialista disse que a medida é uma forma de amenizar a dificuldade que passam esses servidores que precisam do dinheiro para pagar os tratamentos. Ainda de acordo com Max, o governo já tinha a intenção de encaminhar a mensagem ainda no fim do ano, mas acabou sendo adiado.

A proposta também foi uma sugestão da comissão montada no Legislativo e apresentada na reunião com o governador Mauro Mendes (DEM) realizada nessa quinta-feira (25). Hoje os parlamentares foram chamados pelo secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e puderam debater o assunto diretamente com o secretário de Fazenda, Rogério Gallo.

“O projeto terá prioridade total. Chegando na Assembleia temos o compromisso de aprovar no menor prazo possível. Na primeira sessão do retorno já queremos aprovar primeira, e, em segunda, se possível, já para valer para a folha março”, afirmou em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (26).

Sobre a questão da isenção para os demais aposentados, o presidente da AL preferiu não polemizar: “cada dia com sua agonia”. Ele diz que os parlamentares estão estudando também alternativas para amenizar o impacto financeiro e não penalizar os aposentados, algumas das possíveis soluções seriam recursos oriundos da corrupção ou incentivo fiscal.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet