Cuiabá, sábado, 17/04/2021
22:56:24
informe o texto

Notícias / Geral

03/03/2021 às 15:07

Otorrino deve ser consultado aos primeiros sinais de perda auditiva

O problema surge com a idade, porém há vários outros fatores que podem levar à perda da audição

Leiagora

Caso comece a perceber que não está ouvindo direito o que as pessoas falam, o som da TV ou percebendo um zumbido insistente no ouvido, o correto é que se procure um especialista. A orientação é da Otorrinolaringologista credenciada ao Mato Grosso Saúde pela Clínica Vida, Elvira Lopes, neste dia 03 de março em que é celebrado o Dia Nacional do Otorrinolaringologista e o Dia Mundial da Audição.

A redução da capacidade de ouvir, de acordo com a médica, também conhecida como deficiência auditiva, pode acontecer em diferentes graus, comprometendo com maior ou menor intensidade a percepção dos sons do ambiente, as habilidades de comunicação, isolamento social, depressão, problemas cognitivos e de memória. 

Ela explica que a capacidade auditiva começa a reduzir naturalmente a partir dos 40-50 anos, de modo que pelo menos metade das pessoas que chegam aos 80 anos apresenta algum grau de comprometimento.

Porém, a médica alerta que, embora esse seja um fator inerente ao envelhecimento, existem outros motivos que devem ser considerados quando o assunto é o que causa a perda da audição.

A especialista cita alguns exemplos como a exposição a ruídos intensos por longos períodos (fones de ouvido e ambiente de trabalho), genética, perfuração do tímpano pela inserção de objetos, incluindo o cotonete,  infecções no ouvido, malformações congênitas do ouvido, algumas infecções virais, como mononucleose, gripe, herpes, varicela, meningite e HIV,  traumas, uso de medicamentos e algumas doenças sistêmicas, como pressão alta e diabetes. 

Para evitar a perda auditiva, Elvira orienta cuidados com a exposição a ruídos, alimentação saudável, atividades físicas regulares, cessar o tabagismo, evitar o uso abusivo de bebidas alcoólicas, manutenção de uma boa saúde geral e visitas periódicas ao Otorrinolaringologista. 

O otorrinolaringologista

É comum as pessoas procurarem o otorrino quando sentem algum desconforto no ouvido, no nariz ou na garganta. No entanto, a atuação do especialista vai além disso, incluindo diferentes doenças, tratamentos clínicos, realizações de cirurgias e exames especializados. 

Além dos quadros já mencionados, detalha Elvira Lopes, o médico especializado em Otorrinolaringologia trata e investiga a tontura, zumbido, diminuição da audição, rinite, ronco, distúrbios da voz, atraso de fala, problemas de deglutição e outros. Portanto, a visita regular ao profissional é fundamental para ter uma melhor qualidade de vida.

Dia Mundial da Audição

O Dia Mundial da Audição é uma iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) que este ano tem como tema: “Cuidados auditivos para todos! Filtrar, reabilitar, comunicar”. O objetivo é sensibilizar toda a sociedade sobre a importância de cuidar da saúde auditiva.

Por isso, deve-se procurar o especialista precocemente e ter a devida orientação dos tratamentos disponíveis, podendo ser clínico, cirúrgico, uso de aparelho auditivo, entre outros.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet