Cuiabá, sábado, 17/04/2021
22:11:47
informe o texto

Notícias / Geral

03/03/2021 às 15:29

Prefeitura afirma que vai seguir decreto estadual, mas estuda recorrer de decisão

Capital terá que editar novo decreto, restringindo o horário de funcionamento das atividades no município pelos próximos 15 dias

Eduarda Fernandes

Prefeitura afirma que vai seguir decreto estadual, mas estuda recorrer de decisão

Foto: Luiz Alves / Prefeitura de Cuiabá

A Prefeitura de Cuiabá informou que irá cumprir a decisão do desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que determinou que o Município siga o decreto do Governo do Estado para contenção do avanço da covid-19. Contudo, a prefeitura pontuou que ainda que estuda recorrer da decisão. A decisão foi proferida em caráter liminar na tarde desta quarta-feira (3).

Por meio de nota enviada à imprensa, o Município reforçou que decisão de Perri suspende os efeitos dos artigos 1º, 2º, § 3º, 5º, 7º, caput, e § 1º, 8º, 14 e 16, do Decreto Municipal Nº 8.340, publicado nessa terça (2). Com isso, prevalece em todo o Estado, inclusive em Cuiabá, as medidas impostas nos artigos 1º, 2º e 3º, do Decreto Estadual Nº 836, publicado na segunda (1º).

Leia também - Justiça acolhe pedido do MPE e manda Cuiabá seguir decreto estadual

De acordo com a decisão do desembargador, a Prefeitura de Cuiabá terá que editar novo decreto, restringindo o horário de funcionamento das atividades no município pelos próximos 15 dias, para seguir as orientações estaduais.

A decisão foi proferida na ação protocolada pelo procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, na manhã de hoje. O pedido foi para que os artigos 1º, 2º e 3º do Decreto Estadual fossem aplicados em Cuiabá. Isso porque o decreto de Cuiabá que dispõe sobre o mesmo tema traz informações diferentes, que conflitam com a decisão do governo.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet