Cuiabá, quarta-feira, 12/05/2021
01:27:20
informe o texto

Notícias / Geral

04/04/2021 às 12:32

Grávida de 20 anos morre vítima da covid-19 enquanto aguardava por leito de UTI

"Desde que surgiu a necessidade de um tratamento intensivo, as equipes de saúde se empenharam, mas infelizmente a vaga não surgiu a tempo", disse a prefeitura, em nota

Camilla Zeni

Grávida de 20 anos morre vítima da covid-19 enquanto aguardava por leito de UTI

Foto: Reprodução

Mikaely Karoline Souza Salino Souza, de 20 anos, era uma das 153 pessoas que aguardavam por uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso, para tratamento da covid-19. Grávida de 28 semanas, a menina, porém, sequer teve chances contra a doença: o leito nunca chegou. Ela morreu no fim da tarde desse sábado (3), em Sinop (500 km de Cuiabá).

O caso da jovem foi relatado pela irmã, Karolina Souza, nas redes sociais. Em uma sequência de publicação é possível notar o desespero da família diante do quadro da menina grávida. O anúncio da morte de sua irmã, porém, ecoou entre os políticos do município e também foi replicado pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT), que questionou: "Até onde iremos?".

Descaso

De acordo com as publicações de Karolina, Mikaely deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 31 de março. Na ocasião, ela já estava com saturação em 78% e foi imediatamente para uma fila de espera por leitos de UTI, junto a Central de Regulação do Estado. 

Laudo médico assinado por Renata Carvalho atestou: "Paciente apresenta risco eminente de morte devido ao seu quadro clínico grave, necessitando urgentemente ser transferida para unidade de terapia intensiva". 

No dia seguinte, Karolina escreveu: "Eu sei que é difícil achar uma UTI aqui em Sinop, mas a gente não vai perder a fé. Deus é mais na nossa vida, minha irmã, e a gente vai conseguir tirar vocês duas dessa". Karolina pediu ajuda para que os amigos compartilhassem o caso da irmã, de forma que chegasse na imprensa. Ela informou que tentavam localizar UTIs mesmo fora de Mato Grosso, mas que estava difícil conseguir. 

No fim da noite do dia 1º, Karolina publicou uma imagem divulgada pela Prefeitura de Sinop, na qual afirmava haver uma UTI disponível. O caso revoltou a jovem, que questionou: "Por que não colocar a minha irmã? A gente tá apelando desde terça-feira pedindo UTI. Como em Sinop posta uma mentira dessa, fala para mim? Por que não coloca ela? É duas vidas, gente, em risco, não é uma não. Por que não coloca ela como prioridade?".

A revolta da irmã, tentando salvar a vida de Mikaely, seguiu por outras publicações, sempre questionando a falta de ação no caso da jovem grávida. Ela ainda acusou a UPA André Maggi de reter documentações da paciente, atrapalhando no processo de transferência. Segundo Karolina, os registros de Mikaely não estariam nos sistemas de regulação. 

Já na noite desse sábado, Karolina atualizou o perfil: "Minha irmã, eu sempre vou te amar".

O que diz a prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Sinop confirmou a internação e a gravidade do caso de Mikaely, mas afirmou ter feito o que podia. Confira o posicionamento na íntegra:

A Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, esclarece que utilizou todos os esforços possíveis para salvar a vida a jovem Mikaele Karoline Souza Salino, que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 30/03/2021 e, e no dia 01/04/2021 precisou ser entubada, necessitando de um leito de UTI.

Desde que surgiu a necessidade de um tratamento intensivo, as equipes de saúde se empenharam, junto a regulação estadual para encontrar uma vaga dentro ou fora do estado, mas infelizmente a vaga não surgiu a tempo.

Além de um leito de UTI adulto, a gestante necessitava de uma UTI neonatal.

A prefeitura de Sinop, por meio da secretaria de saúde esclarece ainda que, neste sábado(02/04) 198 pacientes estavam a espera por vaga de UTI, no estado de Mato Grosso. A alta complexidade é competência do estado, mas em nenhum momento o poder público municipal se furtou em auxiliar e unir força a regulação estadual para salvar vida da jovem.

A prefeitura de Sinop se-solidariza com a família neste momento muita tristeza e dor.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet