Cuiabá, terça-feira, 13/04/2021
13:38:56
informe o texto

Notícias / Política

06/04/2021 às 18:50

Janaina compara Mauro a Taques e cobra aumento no valor do auxílio emergencial

Deputada cita que outros Estados têm feito parcerias com Municípios para, em conjunto, ofertarem valores maiores

Da Redação - Eduarda Fernandes / Reportagem Local - Camilla Zeni

Janaina compara Mauro a Taques e cobra aumento no valor do auxílio emergencial

Foto: Camilla Zeni / Leiagora

Para a deputada estadual Janaina Riva (MDB), a Gestão Mauro Mendes (DEM) precisa ser mais audaciosa e ajudar mais a população. “Hoje o Estado de Mato Grosso é o Estado que mais arrecada no Brasil, nosso aumento de receita é três vezes o aumento de receita do segundo Estado que mais arrecada. Então, quer dizer, temos que dar um jeito de isso chegar à população”.

O que Janaina cobra é que o valor do auxílio ofertado pelo Programa Ser Família Emergencial, de R$ 150, seja maior. “Acho que a gente podia melhorar o valor. É R$ 150 numa família que tenha renda per capita no máximo de R$ 89. Se tiver um, na família de cinco [pessoas], que ganha R$ 1 mil, já não pode ser atendido pelos R$ 150. É um programa bom [...], mas essa questão do valor tem que ser melhor discutida”.

Ela cita que outros Estados têm feito parcerias com Municípios para, em conjunto, ofertarem valores maiores. Janaina aproveita o ensejo para exemplificar que países que impuseram o lockdown como medida de enfrentamento à pandemia, as quantias ofertadas eram muito maiores. “Essa que é a disparidade nossa. Se, por ventura, o Estado precisa enrijecer nas medidas, tem que abrir mão nos auxílios”, pontua.

Neste contexto, a deputada aconselha Mauro a seguir ouvindo os pedidos do Parlamento para manter uma boa gestão. “Acho que a gente tem que elogiar quando vai bem e criticar quando vai mal”, respondeu a negar ruptura política com o gestor.

Janaina chega a comprar a gestão do democrata com seu antecessor, Pedro Taques, que segundo ela ouvia pouco os clamores do Parlamento, e novamente cobra que Mauro Mendes se atente mais às questões sociais.

“Quando eu fiz a comparação, fiz pelo social. E aí já saiu como se eu tivesse feito uma comparação de gestão. O que a gente tem cobrado é exatamente isso do Mauro. Agora, enquanto é tempo, vamos fazer mais pelo social, vamos fazer ações mais em colegiado, participação da Assembleia, Governo do Estado. É um momento de união, aproximar mais”.

A deputada analisa que o distanciamento entre base e governador “aflora mais os ânimos”. Contudo, a emedebista procura evitar o assunto ressaltando que o momento não é de fazer guerra política. “Acho que todo mundo aqui está tentando fazer o seu posicionamento para tentar ser ouvido, quem convence mais. Acho que esse é mais o objetivo do que a questão política como um todo”.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Joel 08/04/2021 às 00:00

    Bom dia, é uma queda de braço, deveria ser a união , para decidir a melhor ação para nossa gente,ok

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet