Cuiabá, sábado, 17/04/2021
21:44:50
informe o texto

Notícias / Política

06/04/2021 às 11:43

Mendes cita baixo índice de isolamento e é contra inclusão da Educação como essencial

Para o democrata, tanto os parlamentares como a população de uma forma geral, devem analisar os números dos últimos dias

Kamila Arruda

Mendes cita baixo índice de isolamento e é contra inclusão da Educação como essencial

Governador Mauro Mendes (DEM).

Foto: Gcom-MT

O governador Mauro Mendes (DEM) alerta os deputados estaduais para o momento crítico vivenciado por conta da pandemia do coronavírus e se posiciona contra a inclusão da Educação no rol de atividades essenciais do Estado.

Para o democrata, tanto os parlamentares como a população, de uma forma geral, devem analisar os números dos últimos dias. “É difícil dizer que em um momento onde se bate recorde de morte, você vai abrir tudo, vai tocar a vida normal. Tenha clareza a população de que as consequências vem, elas estão vindo, está ai”, justificou durante entrevista à Rádio CBN na manhã desta terça-feira (6)

Mendes ainda lembra que, Mato Grosso é o estado com menor índice de isolamento social. “Temos um grande número de mortes, e a cada momento tem pessoas dizendo que não quer parar. Todo mundo olha para o seu interesse até que morre alguém na família dele”, apontou.

O projeto que garante a inclusão da Educação como setor essencial foi aprovado em primeira votação na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (5). Ao ser colocado em segunda votação, contudo, o deputado estadual Thiago Silva (MDB) pediu vistas da proposta.

O emedebista defende uma maior discussão sobre o tema, bem como modificações em alguns pontos do projeto de autoria do deputado estadual Elizeu Nascimento (DC).

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • LEUZILENE 07/04/2021 às 00:00

    Ô governo tinha que por a educação como prioridade,mas com uma condição vacinando todos os professores.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet