Cuiabá, quarta-feira, 12/05/2021
00:17:30
informe o texto

Notícias / Política

09/04/2021 às 12:30

Em novo decreto, Emanuel autoriza volta das escolas privadas na próxima segunda

O comércio não essencial estará autorizado a funcionar normalmente a partir deste sábado (10), desde que respeitando os horários do decreto

Eduarda Fernandes e Marina Martins

Em novo decreto, Emanuel autoriza volta das escolas privadas na próxima segunda

Foto: Sicom

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou na manhã desta sexta-feira (9) novo decreto com as medidas de enfrentamento à pandemia na Capital. Dentre as mudanças elencadas pelo gestor, escolas privadas poderão voltar a funcionar a partir da próxima segunda (12), já a rede pública municipal a partir de 3 de maio.

O comércio não essencial estará autorizado a funcionar normalmente a partir deste sábado (10), desde que respeitando os horários do decreto. Shoppings, por exemplo, podem abrir das 10h às 20h, inclusive aos sábados e domingos.

Lojas de roupas, sapatos e armarinhos, bem como academias dentro de condomínios, estarão autorizados a funcionar normalmente, desde que respeitando os horários do decreto. Shoppings, por exemplo, podem abrir das 10h às 20h, inclusive aos sábados e domingos.


O Decreto Nº 8.388 deve ser publicado ainda nesta sexta, conforme dito pelo gestor, e passará a valer a partir deste sábado (10) e terá vigência de 15 dias.

Cuiabá ainda está classificada com risco alto de contaminação pelo coronavírus. Emanuel explicou que, por esse motivo, ainda precisa seguir o toque de recolher previsto no decreto estadual, das 21h às 5h. 
“No mais, eu liberei todas as demais atividades para trabalhar no período de 5h da manhã às 20h. E esse período está escalonado no meu decreto por atividade comercial”, disse.

Academias dentro de condomínios também serão liberadas, desde que dentro da limitação de 50% da capacidade máxima e sigam as medidas de biossegurança. 

O consumo de bebida alcoólica no local de venda continua proibido.


Está mantido o revezamento de funcionários nas empresas privadas pelos próximos 15 dias, seguindo acordo feito com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Além disso, o Município segue fiscalizando para evitar aglomerações.

O anúncio foi feito em live concedida ao Olhar Direto e a íntegra do decreto será disponibilizada em breve.

Clique AQUI e veja a íntegra do decreto

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet