Cuiabá, quarta-feira, 12/05/2021
01:25:26
informe o texto

Notícias / Política

10/04/2021 às 15:00

Botelho acredita que falta de diálogo prejudica vacinação na Capital

O parlamentar criticou tanto o governador Mauro Mendes quanto o prefeito Emanuel Pinheiro e para Botelho ambos estão errados e ninguém tem razão

Kamila Arruda

Botelho acredita que falta de diálogo prejudica vacinação na Capital

Deputado estadual Eduardo Botelho.

Foto: AL-MT

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, criticou a postura política do governador Mauro Mendes (DEM) e do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), principalmente no que tange ao processo de imunização contra a Covid-19).

O parlamentar acredita que a falta de diálogo entre os gestores está prejudicando a população. A sua declaração faz referência a vacinação dos profissionais da segurança, que deveria ter iniciado nesta quinta-feira (8) na Capital.

Os servidores não foram vacinados, porque as doses, que estavam no Centro de Distribuição da Secretaria de Estado de Saúde, não teriam sido retiradas pela Prefeitura. 

No entanto, já havia profissionais agendados e a Fiemt, local onde ocorreria a vacinação, chegou a registrar aglomeração. O fato levou a uma troca de farpas entre Governo e Prefeitura.

Isso porque, enquanto o Executivo Estadual culpava o prefeito, o município alegou que somente recebeu autorização da Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB), para pegar a vacina, no final da manhã de ontem.

“No meu entender, ninguém tem razão. Só tem razão quem estava esperando a vacina. Acho que tem faltado o diálogo e tenho dito sempre: está precisando sair o político de dentro desses nossos gestores e entrar o estadista. Este é o momento de conversar, de chamar para o entendimento e nesse aspecto eu não posso dar ponto para ninguém. Estão todos jogando errado ao meu ver”, pontuou Botelho em entrebista à Rádio CNB na manhã desta sexta-feira (9).

Os profissionais da segurança começaram a ser vacinados nessa sexta (9). Em seu entendimento, contudo, se houvesse esse diálogo, todo esse imbróglio poderia ter sido evitado. “Eu sempre tenho trabalhado para isso. Eu tentei ainda, quando estava na Presidência da Assembleia, chamar para o diálogo, mostrando que só teriam a ganhar. Mas, infelizmente, houve negativa de ambas as partes. Então, nada a declarar”, completou.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet