Cuiabá, sexta-feira, 14/05/2021
19:15:51
informe o texto

Notícias / Geral

11/04/2021 às 17:46

Familiares ficam sem informações de paciente na fila por UTI

Neste domingo, 116 pessoas aguardam por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para covid-19.

Luzia Araújo

Familiares ficam sem informações de paciente na fila por UTI

Foto: Reprodução

Neste domingo, 116 pessoas aguardam por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para covid-19. Uma das delas é Maria de Campos Soares, 76 anos, que aguarda desde sexta-feira (9), quando foi internada na UPA, do bairro Cristo Rei em Várzea Grande. Desde então, familiares da idosa enfrentam horas de angústia sem saber informações sobre o estado de saúde da paciente e o fato virou até caso de polícia, neste final de semana.

De acordo com a neta de Dona Maria,
Eloisa de Arruda Soares, a idosa foi internada com dificuldade para respirar ainda na Unidade de Pronto Atendimento na sexta e devido a piora no quadro de saúde precisou ser intubada no sábado (10). O boletim, emitido no fim do dia, informava que a saturação estava instável. Mais tarde, os familiares receberam uma ligação da unidade pedindo a presença deles no local. 

Ao chegarem na unidade, a médica de plantão comunicou que iria intubar a paciente. Eloisa reclamou que a profissional foi “ignorante” e não quis saber se a família autorizava ou não o procedimento. Uma informação mais precisa só veio depois que a polícia foi acionada no local, momento em que a médica saiu e informou sobre a intubação. 

“A médica foi ignorante. Não perguntou se poderia intubar ela ou não. Simplesmente, falou que minha avó seria intubada. O meu pai saiu de lá ontem era uma hora da manhã. Eles tiveram que chamar a polícia para ter notícia da minha avó. Só assim a médica saiu, falou que ela havia sido intubado e não disse mais nada. Estávamos até agora sem notícia dela. Queremos saber se ela está bem. Se ela está aqui ainda ou foi transferida. Não tem notícia nenhuma”. 

Eloisa relatou ainda que na tarde de sábado, o pai esteve na unidade e a idosa pediu para ir para casa. “Ela não queria ser intubada. Ela estava conversando ainda”. Hoje, a família retornou na unidade mas não conseguiu novas notícias sobre a idosa. “Pediram para retornarmos às 17h, quando vai sair outro boletim”. 

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Várzea Grande informou que os profissionais da saúde têm obrigação de informar os familiares sobre o estado do paciente. No entanto, quando o quadro é grave, eles precisam aguardar o boletim médico, que sai no final do dia. 

Sobre o caso da Dona Maria, a assessoria de imprensa informou que a paciente “chegou na sexta em quadro agudo de insuficiência respiratória e saturação baixa. Nesse mesmo dia já foi regulada para UTI, que não tem disponibilidade. No sábado houve piora do quadro e foi conversado com um filho e nora que a piora levaria a intubação, o que não houve recusa da parte dos parentes", afirmou em conversa com o Leiagora. 

Ainda de acordo com informações da prefeitura, após a intubação, houve intercorrência grave de outros dois pacientes que até serem estabilizados, demorou para um novo comunicado aos familiares que, então, acabaram chamando a polícia. 

"No prontuário foi relatado que uma das filhas além de recusar a intubação, queria a extubação da paciente que, segundo ela, deveria morrer naturalmente. Tentaram retirar a paciente sem sucesso da internação e levar para residência”, relatou a assessoria ao Leiagora

É preciso destacar que em caso de covid não se é autorizado a permanência de parentes como acompanhante, por isso as famílias precisam aguardar a emissão do boletim médico. Este é um outro lado da doença, que só quem passa por tais momentos pode descrever e que a reportagem tenta mostrar através do relato da família de dona Maria.

 
Ainda é preciso mostrar que o caso demonstra também uma sobrecarga no sistema de saúde e principalmente dos profissionais da linha de frente, que muitas vezes não consegue atender os familiares que aguardam por notícias e vivem momentos de angústia e medo. 
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet