Cuiabá, quarta-feira, 12/05/2021
00:50:51
informe o texto

Notícias / Polícia

12/04/2021 às 14:30

Alvo de operação é localizado em hotel de Juína

A Polícia Civil recebeu informações de que o procurado estava na cidade novamente e realizou diversas diligências para localizá-lo

Leiagora

Alvo de operação é localizado em hotel de Juína

Foto: Reprodução

Policiais da Delegacia Regional de Juína localizaram neste domingo (11) um homem foragido da Justiça, que estava com mandado de prisão decretado pela Comarca do município por envolvimento em tráfico de drogas e organização criminosa.

A.A.B, de 36 anos, é investigado pela Polícia Civil do município e foi alvo da Operação Apocalipse 2, deflagrada em dezembro do ano passado contra integrantes de uma facção criminosa que atua no tráfico de drogas na região. Desde a realização da operação, ele estava foragido.

A Polícia Civil recebeu informações de que o procurado estava na cidade novamente e realizou diversas diligências para localizá-lo.

Neste domingo, o fugitivo foi visto conduzindo uma motocicleta, chegando a um hotel da cidade. Ao ser abordado pelos policiais civis, ele tentou fugir e jogou seu celular no chão, mas foi contido pela equipe.

Após ser conduzido à delegacia do município para formalização do mandado de prisão, A.A.B. foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Juína. Ele tem condenação anterior por tráfico de drogas e é investigado por outros crimes cometidos em Juína. 

Operação Apocalipse 

Realizada em duas fases durante o ano passado pela Polícia Civil de Juína, a Operação Apocalipse levou ao indiciamento de 33 pessoas pelos crimes de organização criminosa, associação para o tráfico e tráfico de drogas, além de crimes conexos, entre eles o de corrupção de menores.

A operação, coordenada pela Delegacia Regional de Juína, coletou diversas informações que comprovaram as atividades criminosas lideradas por três mulheres e composta por um grupo de pessoas ligadas a uma facção que age na região. Com apoio da delegacia municipal e de outras unidades da região, a Polícia Civil chegou à identificação e prisão dos envolvidos no comércio realizado no atacado e varejo de drogas em Juína.

O delegado regional de Juína, Carlos Francisco de Moraes, destaca que a operação foi resultado de ação integrada com diversas unidades da Polícia Civil para identificar os envolvidos no tráfico e em outros crimes ocorridos na região, que têm ligação com a distribuição e venda de drogas. “Nas duas fases da Operação Apocalipse foram cumpridos diversos mandados judiciais de prisão e de buscas, que forneceram elementos importantes para se chegar à materialidade delitiva e responsabilização dos envolvidos na organização criminosa que fomenta outros delitos graves na região de Juína”, pontuou o delegado.

 
Assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet