Cuiabá, quinta-feira, 13/05/2021
02:28:09
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

30/04/2021 às 08:57

Caged: indústrias de Mato Grosso geram 1,2 mil novos postos de trabalho formais em março

Estado teve saldo positivo de 4.277 vagas formais em março, com 36.313 admissões contra 32.036 desligamentos

Leiagora

Caged: indústrias de Mato Grosso geram 1,2 mil novos postos de trabalho formais em março

Foto: Márcia Folleto / Agência Brasil

Mesmo em meio à pandemia, Mato Grosso tem registrado bons resultados na geração de empregos. De acordo com o levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o estado teve saldo positivo de 4.277 vagas formais em março. Foram 36.313 admissões contra 32.036 desligamentos, conforme dados divulgados na quarta-feira (28) pelo Ministério da Economia.

Com a criação de 1.221 novas vagas, a indústria saiu da quarta posição e se tornou o segundo setor com o maior saldo de novos funcionários no período. De acordo com dados compilados pelo Observatório da Indústria da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), o crescimento é de 1% em relação ao mês de fevereiro e o saldo acumulado é de 123.296 vagas no setor.

“Com a geração de 1.019 novas vagas, a indústria de transformação foi responsável por 83% do saldo total. Os maiores índices ficaram com as atividades de fabricação de produtos alimentícios, de madeira e metalmecânica”, destaca Pedro Máximo, coordenador Observatório da Indústria da Fiemt.

Ainda segundo o Caged, Colíder (163), Várzea Grande (122) e Cuiabá (104) apresentaram o maior saldo individual do setor no mês de março. O abate de bovinos foi a atividade de destaque no município do norte do estado.

Por outro lado, o setor das indústrias químicas teve saldo negativo em Mato Grosso com o fechamento de 86 vagas. “Em um nível mais desagregado, identifica-se que deste valor, dessas 76 que foram fechadas advém da fabricação de adubos e fertilizantes”, finaliza Pedro Máximo.

Ainda segundo o Caged, o setor de serviços contratou 2.195 trabalhadores e o comércio teve 1.133 contratações a mais que demissões.


Clique aqui e veja a análise completa produzida pelo Observatório da Indústria da Fiemt.
 
Da assessoria da Fiemt

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet