Cuiabá, quinta-feira, 13/05/2021
01:32:53
informe o texto

Notícias / Judiciário

03/05/2021 às 12:04

Justiça marca audiência com Permínio por atrapalhar investigação na Seduc

Quando secretário, Permínio ficou inerte a uma irregularidade descoberta durante investigação apenas para proteger servidores

Camilla Zeni

Justiça marca audiência com Permínio por atrapalhar investigação na Seduc

Foto: Marcus Mesquita

O juiz Bruno D'Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública e Popular de Cuiabá, agendou para 11 de agosto audiência de instrução com o ex-secretário de Estado de Educação (Seduc) Permínio Pinto Filho, em ação na qual responde por travar investigação na Pasta. 

Conforme o despacho publicado nesta segunda-feira (3), a audiência será realizada por meio virtual, considerando a pandemia da covid-19. 

Nessa ação, Permínio foi acusado de travar uma investigação administrativa movida na Seduc para identificar irregularidades na contratação de empresas para obras de pequeno porte nas escolas estaduais. 

Segundo o Ministério Público, durante a apuração foram constatadas falhas na contratação de serviços de obras, praticadas pelos servidores Wander Luiz dos Reis, João Paulo Carvalho Feitosa e George Luiz Von Holleben. 

O relatório da investigação foi apresentado ao então secretário Permínio Pinto em setembro de 2015, uma vez que era necessária sua anuência para seguimento nos autos, ainda que fosse o arquivamento do caso. 

Entretanto, entre setembro de 2015 e maio de 2016 o então Seduc permaneceu inerte, de forma intencional, com o objetivo de causar demora no trâmite do procedimento para proteger os servidores, "impedindo, com isso, que a investigação pudesse culminar na instauração de um processo administrativo disciplinar".

Pelo caso, considerado ato de improbidade administrativa por parte do então gestor, Permínio se tornou réu em julho de 2019.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet