Cuiabá, quarta-feira, 16/06/2021
10:57:44
informe o texto

Notícias / Polícia

06/05/2021 às 16:58

Grupo usa licença de exploração falsa para garimpo ilegal em Nova Lacerda

30 pessoas foram encaminhadas à delegacia e responderão por crime ambiental

Leiagora

Grupo usa licença de exploração falsa para garimpo ilegal em Nova Lacerda

Foto: PJC-MT

Operação aconteceu na manhã desta quinta-feira (6), e teve a finalidade de desarticular a atuação de grupo envolvido com crime ambiental de exploração de minérios na região de Nova Lacerda (560 km da Cuiabá). A ação resultou na apreensão de diversos maquinários e mais de 30 pessoas foram conduzidas à delegacia.

As investigações iniciaram após a Polícia Civil de Comodoro receber informações de que algumas pessoas estavam utilizando uma licença falsa de exploração para iniciar a exploração do solo de uma região na zona rural de Nova Lacerda.

Os suspeitos fecharam contrato com o proprietário da terra, utilizando dessa licença falsa e já tinham começado a atividade de garimpo ilegal, através da extração de vegetação e minérios, modificação do solo e o descarte de detritos.
Por meio dessas informações, as equipes policiais começaram as investigações e, através de um despacho da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), puderam identificar que a licença de fato era falsa.

Foi então iniciado o trabalho de campo, por meio do levantamento de área, sendo apontados três principais pontos de concentração desse grupo. As equipes encontraram no local pás carregadeiras, caminhonetes, bombas d’água e ferramentas, todas para uso no garimpo ilegal.

Em posse de todas as informações e provas, mais de 30 pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Comodoro pra prestar esclarecimentos sobre os fatos e responder por crime ambiental.

“Desta forma fica caracterizado que todas as pessoas que estão na área, atuando com a exploração mineral e vegetal, estão em situação de flagrante de crime ambiental que está ocorrendo na região”, afirmou o delegado responsável pela investigação, João Paulo Berté.

A operação foi deflagrada pela Delegacia de Comodoro, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), com a participação das equipes da Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema), Gerência de Operações Especiais (GOE), policiais das Delegacias de Pontes e Lacerda, Vila Bela da Santíssima Trindade, Campos de Júlio, além do apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPaer).

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet