Cuiabá, quarta-feira, 04/08/2021
22:38:10
informe o texto

Notícias / Judiciário

18/05/2021 às 19:43

Juiz marca audiência em ações que apuram esquema de compra de vaga no TCE

Os delatores premiados, empresário Gércio Marcelino Mendonça Júnior e o ex-governador Silval Barbosa serão ouvidos na qualidade de informantes

Eduarda Fernandes

Juiz marca audiência em ações que apuram esquema de compra de vaga no TCE

Foto: Assessoria

O juiz Bruno D'Oliveira Marques, da Vara Especializada em Ação Civil Pública de Cuiabá, marcou para 12 de julho a audiência telepresencial de duas ações civis públicas que envolvem o ex-deputado estadual e conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo.

Em uma das ações, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) questiona a indicação de Sérgio Ricardo ao cargo de conselheiro do TCE e pede a restituição de todos os valores recebidos por ele no período que esteve na vaga. A outra apura esquema de propina envolvendo compra de vagas na Corte de Contas.

Leia também - Adolescente não precisará depor contra os pais em ação por morte de Isabele

A decisão foi proferida na sexta (14) e divulgada no Diário da Justiça Eletrônico (DJe) que circula nesta terça (18). Em razão da pandemia e do objeto das ações conterem pontos em comum, a designação da audiência vinha sendo postergada, no aguardo de trâmites processuais.

Sérgio Ricardo teve dois afastamentos judiciais decretados em 2017. O primeiro foi determinado pela Vara de Ação Civil Pública e Popular de Cuiabá, em razão de indícios da compra de vaga no TCE em favor do conselheiro. Meses depois, o Supremo Tribunal Federal (STF), então responsável pela delação do ex-governador Silval Barbosa, também determinou o afastamento de Sérgio Ricardo e outros quatro conselheiros, por suspeita de recebimento de propina.

Na ocasião da audiência, devem ser ouvidos como testemunhas o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e o deputado estadual Ondanir Bortolini, conhecido como Nininho (PSD), ambas indicas pela defesa de Sérgio Ricardo.

Os delatores premiados, empresário Gércio Marcelino Mendonça Júnior e o ex-governador Silval Barbosa serão ouvidos na qualidade de informantes, indicados pelo Ministério Público.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet