Cuiabá, segunda-feira, 02/08/2021
15:56:54
informe o texto

Notícias / Política

29/05/2021 às 16:00

João Batista vê possibilidade do Pros ‘minguar’ com esvaziamento da sigla

Sigla vive momento de instabilidade com racha entre grupos políticos de João Batista e Gisela Simona

Camilla Zeni

João Batista vê possibilidade do Pros ‘minguar’ com esvaziamento da sigla

Foto: Camilla Zeni/Leiagora

Presidente destituído do Pros-MT, o deputado estadual João Batista teme que o partido perca espaço e volte a ser inexpressivo no próximo pleito com a saída de grupos políticos. Um dos círculos que deixaria a sigla, segundo ele, seria o da advogada Gisela Simona, com quem ele protagoria richa pública. Outro grupo seria o seu próprio, diante da situação vivenciada no partido. 

O clima de instabilidade dentro do Pros se intensificou depois da destituição de João Batista da presidência, no início do mês. O parlamentar alega ter levado uma ‘rasteira’ de colegas, citando indiretamente Gisela Simona, que concorreu à Prefeitura de Cuiabá em 2020 e é, atualmente, suplente de deputado federal. 

Na avaliação de João Batista, Gisela e seu grupo político devem migrar para outra sigla, considerando a possibilidade de que o Pros não consiga promover chapa para a disputa de 2022. Um dos partidos com o qual a advogada já tem conversa avançada é o MDB, segundo revelou a deputada estadual Janaina Riva. 

“Eu acredito que o grupo político da doutora Gisela não permanece dentro do Pros. A partir do momento que eles veem que não conseguem montar chapa, eles vão migrar para outro partido, e o meu receio é que o Pros no estado de Mato Grosso volte a minguar”, comentou à imprensa nesta semana.

Além da saída da advogada, o parlamentar demonstra preocupação com a gerência de uma nova direção na sigla. Isso porque, segundo defende, ao assumir a presidência do partido, ele promoveu uma reestruturação para que a sigla tivesse visibilidade e condições de atuação. Agora, ele teme que a legenda volte à estaca zero. 

“Dependendo de como for conduzido, se a nacional não tiver bom senso nas decisões deles, há, sim, a possibilidade do partido voltar a minguar. Com essa postura de tentar expulsar, de dar rasteira, de não saber dialogar com as pessoas, a tendência é que o partido não tenha credibilidade e as figuras políticas do Estado fiquem com receio de migrar para o Pros. Acredito que isso vai atrapalhar os projetos”, finalizou.

Conforme já anunciado, João Batista já recebeu diversos convites para deixar a sigla, mesmo antes do imbróglio partidário. Entretanto, ele afirma que ainda não tomou uma decisão em relação ao próximo pleito.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet