Imprimir

Imprimir Notícia

28/03/2019 às 08:24 | Atualizada: 28/03/2019 às 17:22

Motorista da Uber é encontrado carbonizado em Várzea Grande

Luzia Araújo

Mais um caso de motorista de aplicativo encontrado morto é registrado em Várzea Grande. Desta vez a vítima foi, Jonas de Almeida Silva, de 26 anos. Ele foi encontrado morto nesta quinta-feira (28), em uma região de matagal, na Cohab São Benedito. 

Segundo informações preliminares, o corpo de Jonas foi localizado dentro do porta-malas, de um veículo gol, ambos carbonizados. Além disso, a Polícia Militar suspeita que o crime foi um acerto de contas e não um roubo. A ocorrência está em andamento. 

De acordo com a Polícia Civil, Jonas, que é motorista da Uber, saiu de casa para trabalhar na terça-feira (26), por volta das 22 horas, e ontem (27) pela manhã mandou uma mensagem para família, informando que estava fazendo uma corrida, mas depois disso não retornou para casa e não deu mais notícias.

"A perícia vai fazer um levantamento mais detalhado do local para nos auxiliar, juntamente, com as informações que estamos coletando aqui, para identificação dos autores do crime", disse o delegado Fausto Freitas.
 

Outro caso 

Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, foi morto no dia 20 de março, no bairro Serra Dourada. Segundo informações de testemunhas, o  veículo Gol, conduzido por Anderson, passou em alta velocidade pelo bairro, por volta das 10h30 e em seguida, os moradores ouviram tiros.

A Polícia Militar foi acionada no local e encontrou o motorista baleado na cabeça, dentro do carro. O Samu foi chamado no lugar, porém o serviço informou que não havia ambulância disponível para atender a emergência.

Diante da gravidade do ferimento de Anderson foi socorrido pelos militares. O motorista foi submetido a uma cirurgia, mas não resisti e faleceu. Quatro homens e uma mulher, foram presos no dia 21 de março, pelo roubo seguido de morte (latrocínio) de Anderson.  
 
 Imprimir